domingo, 11 de julho de 2010

FALANDO DE PELES...


Pele de Pinheiro Acrílico sobre Tela 50x50cm

A minha entrade de 8 de Abril, The Unknown God, concluía assim:
E já olharam bem de perto a casca de um pinheiro-manso? As suas diversas camadas estão perfeitamente definidas, consoante o tempo de exposição ao sol, com uma inenarrável gama de cores quentes, delimitadas por traços de tinta-da-china preta, num trabalho delicado, que só pode ser de algum “UNKNOWN GOD”…
Como não tive nenhuma resposta, parti do princípio que ainda não a tinham olhado e apreciado em todo o esplendor da sua beleza.
Aqui está a oportunidade de confirmar que não exagerei!

11 comentários:

Anne M. Moor disse...

António

Em 6 de agosto eu estava viajando e não havia visto teu post.

Este, com suas cores respirando vida intensa, está estupendamente breathtaking!! Que lindo.

Beijão ofegante :-)
Anne

jorge disse...

La naturaleza es dueña de una gama de colores casi infinita.

La piel de un arbol, con sus colores, nos muestran el paso del tiempo.

¿Dios? ¿desconocido?

A.Tapadinhas disse...

Anne: Eu acho que estás ofegante por causa do excelente resultado do Uruguai...
:)

...de qualquer maneira é por uma boa razão!

Beijo,
António

Regina Rozenbaum disse...

Antônio
Belíssima "pele" que cobre, recobre, estica, cresce, anuncia e denuncia o que vai dentro da alma!
Beijuuss n.c.

www.toforatodentro.blogspot.com

A.Tapadinhas disse...

Rê: Pele serve para protecção, para mostrar as cicatrizes impostas pelas agruras da vida...

...enfim, um espelho da alma...

Beijo,
António

Com Tintas e Pincéis disse...

Espectacular! Muito bem conseguido.

Ava disse...

António, cores e nuances que só poderiam sair ds mãos de alguém como voce. Alguém que trás a sensibilidade estampada em cada detalhe...
Obrigada pela oportunidade dada, ou seria segunda chance? rs


B.B. avassaladores....sempre...rs

daniel disse...

Buenísimo tiene mucha dinámica, saludos Daniel

A.Tapadinhas disse...

Com Tintas e Pincéis: Obrigado!

...Metade do mérito é do modelo...

António

A.Tapadinhas disse...

Ava: Se eu fosse Deus dar-lhe-ia todas as oportunidades do mundo...

BB (já tinha saudades!)
António

A.Tapadinhas disse...

daniel: Obrigado!

O dinamismo provém das nuances cromáticas...

Saludos!
António