sexta-feira, 19 de março de 2010

LUZ (II)


Tivoli Marina de Portimão Acrílico sobre Tela 30x40cm
(clique sobre a imagem para ver pormenores)

Continuei com a vontade de escrever com as tintas esta mensagem de amor que, mais do que ficar comigo, guardada em mim, pudesse ser transmitida a todos os que apreciam os valores que estiveram na sua génese.
O vigor da execução, as pinceladas carregadas de matéria e de cores luminosas, contrastantes, procura transmitir o ambiente que vivi durante esses inesquecíveis dias.
Ao acabar esta obra, espero que o meu direito ao sonho possa ser entendido por todos.
Hoje, dia do pai, sinto-me muito avô!

20 comentários:

linda lourenco disse...

Maravilhoso Artista,Pai e avô :)
Muito Parabéns.
Um beijo especial para o seu Neto
E para si.

Linda.

continuando assim... disse...

Lindíssimo quadro !
Parab[ens Pai e av}O >(

bj
teresa

Anne M. Moor disse...

Pai, Avô, Pintor, Artista, Poeta da vida!

Te entendo, ah como te entendo... E esta tela mostra o quanto és uma pessoa sensível sem medo de amar!

Parabéns amigo que conheci nestes pagos. Ama muito que o amor é a mola da vida!

Beijos encantados
Anne

Sí es lo que parece disse...

Feliz día!

Si que tu obra transmite la belleza de aquel momento y especialmente a mi, me produce una sensación de dulzura y paz.

Gracias por compartirla

Tati disse...

Lindo!!!

A.Tapadinhas disse...

Linda Lourenço: Muito obrigado pela simpatia.

Beijo,
António

A.Tapadinhas disse...

continuando assim: Muito obrigado, Teresa!

Beijo,
António

A.Tapadinhas disse...

Anne: A nossa capacidade de amar é grandiosa.

Tenho a impressão que a nossa capacidade de demonstrar o nosso amor é que não a acompanha.

Melhora com a idade mas, às vezes, tarde demais...

Beijo,
António

A.Tapadinhas disse...

Si es lo que parece: Foi um dia bastante preenchido de coisas boas.

Que a paz te acompanhe!

Beijo,
António

A.Tapadinhas disse...

Tati: Linda!

Beijo,
António

jorge disse...

Un padre feliz que tiene un nieto que le obliga a llevar pañuelo (para limpiarse las babas) jejejeje.

El cuadro me parece magnifico, el agua ¡¡brilla!!

Si que trasmites lo que tu estancia "tipo abuelo" te ha proporcionado.

Pena disse...

Extraordinário Amigo:
Sem dúvida alguma uma Obra notável.
Idêntica ao valoroso texto adicional expressa por si. Aqui tudo é perfeito.

Felizmente ou infelizmente, julgo que sei alguma coisa: Preocupo-me com o Mundo! Isso é um facto inabalável. Presente.

Preocupo-me com o que vai nas emoções e pensamentos, de todos os que nele estão presentes. Consolidam o que sinto pelas deslumbrantes emoções e, pela forma, dos seus sonhos infinitos e, porque vivem, esses sonhos infinitos. Transporto comigo algo para dar. Algo, com que não brinco. Algo que vive na seriedade do que sempre fui. Acarreta descobertas inequívocas de dois aspectos: respeito e Felicidade.

Abraço forte de amizade a si e ao seu talento imenso.
Com respeito e forte estima.

pena

Admiro-o, sabia?
Bem-Haja, fantástico amigo.

Anne M. Moor disse...

NUNCA é tarde António... nunca...

Beijos
Anne

A.Tapadinhas disse...

Jorge: Tem de ser um lençol!!!
rsrsrs

Eu pintei o quadro com os meus óculos especiais anti-reflexo...

Não há óculos que valham ao amor...

Abraço,
António

A.Tapadinhas disse...

Pena: A sua preocupação com os outros e o mundo que o rodeia, de uma maneira geral, é uma evidência da sua personalidade.

É por isso, que tem uma legião de admiradores, entre os quais eu, modestamente, me incluo.

Sempre a considerá-lo.

Abraço,
António

A.Tapadinhas disse...

Anne: Mais vale tarde do que nunca...

Beijo madrugador,
António

Udi disse...

Uma luminosidade aconchegante como um colo para o olhar.
E a delicadeza permanece na leveza das pinceladas... algumas tão leves que deixam transparecer claramente a trama da tela que dá sustentação a imensos amor e carinho.
beijos e bom domingo!

A.Tapadinhas disse...

Udi: A construção das tuas luminosas frases, deixa-me arrasado, como que atingido por um terramoto...

Desejo-te uma semana cheia de amor!

Beijo,
António

carmensabes disse...

Un lujo llegar hasta aquí, mucha sensibilidad y arte.

A.Tapadinhas disse...

carmensabes: O meu espaço vai ficar mais agradável com a tua presença: alguém que entende o valor da Arte e das pessoas...

...o que nem sempre é valorizado como devia...

Un saludo cariñoso,
António