sábado, 30 de maio de 2009

ENCONTRO DE IRMÃOS - PARTE II


Tão bom como "O Genial", só "O Génio",
no café "A Brasileira" do Chiado


Poucas pessoas podem gabar-se de ter a felicidade de imaginar momentos empolgantes e depois, no real, eles superarem as nossas melhores expectativas.
Confesso que sentia um certo receio que passássemos aquelas horas juntos e pouco tempo depois, não tivéssemos mais do que falar. Aconteceu exactamente o contrário: as horas voaram e, quando nos despedimos, sentimos que ficaram muitas coisas por dizer… Foi uma conversa de amigos de longa data que será retomada na próxima vez que nos encontrarmos, no próximo mês, no próximo ano, recomeçada no exacto momento em que foi interrompida… É assim com os amigos!
Todos aqueles que me foram dizendo que estavam cheios de inveja, digo-lhes uma coisa: tinham razão! Ao conhecer o Flavio, fiquei a conhecer melhor cada um de vós. Foram momentos muito bons!
Daqui a pouco, vou estar em Coimbra com a Companhia de Artilharia, 1409, com o pelotão que comandei, como Alferes Ranger, na guerra colonial de Portugal contra Angola. Cada vez somos menos o que estamos nesta comemoração anual…
Quantas emoções!
Espero sobreviver a este fim-de-semana!

53 comentários:

Avassaladora disse...

António, bom dia!

Veja só, a vida nos reserva tantas surpresas. Estamos, muitas vezes, presos a esse mundo virtual, e quando dereprente isso se torna realidade, é que temos a real noção do quanto é bom o calor humano.

Nada como estar com os amigos pessoalmente. Em carne e osso...

Conhecer seu riso, o som de sua voz, tic nervos...rs

Esse mundo virtual é muito bom, mas nada supera a vida real...

E continuo em pecado...rsrsrs

Já que sou uma das que mooooooooorreu de inveja..rsrrs



Beijos avassaladores!

Francisco disse...

Pode ter a certeza, que o Flávio no momento, é uma das pessoas mais invejadas.
Quem de nós, não gostaria de lhe fazer uma visita e passar horas conversando.
Aqui do outro lado do Atlântico, também vamos recebê-lo de braços abertos. É só avisar!
Um forte abraço.

Anne M. Moor disse...

Que linda foto!
A internet nos proporciona estas experiências de relacionamentos começados de maneira diferente e tão possíveis e lindos que nos tiram o fôlego.

Que bom António que não te decepcionaste!

Beijos

CHRISTINA MONTENEGRO disse...

TER HISTÓRIA: tem coisa melhor para sobreviver?...
E como bom sagitariano, você deve escrever (e pintar, o que também é uma escrita) sobre isso lindamente.
Parabéns pelo blog-espaço simpático; voltarei!

Suzana disse...

Antonio,

Você esta ótimo nesta foto!
E o F.F. então!
(com carinho pra Ti)
bjs

A.Tapadinhas disse...

Bom dia, querida!

Estou ainda flutuando sobre um mar de emoções, no qual, não sei como, nado sem esforço, sem precisar de cintos de salvação...

Depois de abraçar, a sério, com palmadas fortes, nas costas do amigo, até ter a certeza que ele estava lá, seguiram-se horas de papo gostoso, a beber café naquele Chiado cheio de mulher bonita (homem não deu para olhar muito:), sob o olhar vigilante do nosso amigo Fernando...

Um dia, quem sabe não acontece outro encontro, noutro local, com outros protagonistas?

Beijão.
António

Isabel disse...

La pena es que estemos algunos tan lejos que no podamos conocer a tanta gente como admiramos. Besos.
http://senderosintrincados.blogspot.com

A.Tapadinhas disse...

Francisco: Às vezes, a vida reserva-nos surpresas agradáveis e inesperadas. O que sugere pode acontecer em qualquer altura...

Até lá, receba um grande abraço, destes que temos neste simulador de voo...
:
António

A.Tapadinhas disse...

Anne: Não tinha nenhuma razão para duvidar do que me dizias sobre a simpatia do Flavio...

Mas, apesar da tua nunca desmentida eloquência, não há nada que se assemelhe ao calor humano da presença física.

E, sabes tão bem como eu, que esta coisa da simpatia e afinidade (e o amor) é (quase) instintiva: à primeira vista gostamos ou não. Já me tenho enganado, e tenho de corrigir opiniões formadas assim... mas que são, estatisticamente, irrelevantes.

Neste caso, senti de imediato que era um amigo que estava a abraçar...

Um beijo virtual. :)
António

A.Tapadinhas disse...

CHRISTINA MONTENEGRO: Poucas pessoas têm a noção da importância das nossas raízes, conforme muito bem, salientou...

Os nossos amigos ajudam a mantê-las fortes e saudáveis...

Volte sempre!
António

A.Tapadinhas disse...

Suzana: A luz que F&F (Fernando e Flavio) irradiam é tanta, que eu só poderia sair beneficiado...

Os olhos da amiga Suzana, também dão uma ajuda...

Brijo.
António

A.Tapadinhas disse...

Isabel: Nós somos muito exigentes e a prova é que nunca estamos satisfeitos com o que temos...

Foi muito bom a net para alargarmos os nossos conhecimentos... mas, a partir de uma certa altura, isso já não chega...

É por isso, que eu acredito no progresso da humanidade.

Beijo.
António

Avassaladora disse...

Um dia dia, António... Um dia... Tudo é´possível...

Tenho certeza que esse coração, continua o mesmo... Haja coração! rsrsrs

Assim como todo o resto...rsrsrs

Tento imaginar as emoções sentidas...

Não vou esquecer... Moscatel de Setúbal...

Ainda ei de esperimentá-lo in loco...rs


Beijos avassaladores!

jorge disse...

Es lo mejor de los blogs.

Vas conociendo entrada a entrada a una persona. Comentario a comentario...

... y cuando te encuentras con esa persona empieza una conversacion comno si lo conocieses de toda la vida.

Lo mejor de los blog.

Me alegra que tu encuentro saliera bien.

Toñi disse...

Es hermoso encontrar amigos en estos tiempos en que es tan difícil cualquier relación humana. Bella foto y bella historia. Me ha gustado mucho, Antonio. Me da esperanza (y también mucha envidia, sí, tienes razón)

Un beso.

São disse...

A foto é bonita, o momento ainda mais!

Boa semana.

Flavio Ferrari disse...

Tapadinhas: foi um grande prazer econtrá-lo em terras lusitanas.
Você é um grande sujeito. E, tens razão, o tempo foi pouco para muitas histórias de homens que juntos performam mais de uma centena de anos bem vividos.
Mas se lhe pareci simpático, é porque estava ali levando um pouco de cada um de nossos amigos do Brasil. A inteligência assertiva do Ernesto, a amizade cheia de vida da Anne, o entusiasmo avassalador da Alice, o carinho bem tecido da Suzana ... enfim ... representava para ti um pouco de cada um.
Da próxima vez levo a Ti junto.
Aliás, estou viajando hoje novamente e deixei-a guardiã de teu lindo esboço.
Com isso garanti que, enquanto viajo, ela fique a ver navios ...
Forte abraço !

Avassaladora disse...

António, bom dia!

Espera que sua manha tenha sido florida...

Sobre sua pintura, Flores Campestres,

Parece que foi feita para ilustrar aquele Coralina...rs

Viu como ficou lindo ? Eu amei... Fiquei apaixonada com o resultado final...


Mãos abençoadas essas suas...


Como vê, Flávio ainda é , além de tudo, um gentlemam!

Linda semana para vc...

Salpicada de flores compestres...


Beijos avassaladores!

A.Tapadinhas disse...

Avassaladora: Se há desejos que se podem realizar com facilidade, esse é um deles...

Os outros também; só que vão €ustar mais um pouco... O Brasil continua longe... O Oceano que nos juntou, continua a separar-nos...

Beijo.
António

A.Tapadinhas disse...

Jorge: Tu já tiveste esta experiência...

Agora, também eu a tive...

Os resultados para nós foram muito compensadores...

Um dia temos de juntar as nossas experiências...
hehehe

Abraço.
António

A.Tapadinhas disse...

Toñi: Com estes amigos do Brasil é um pouco mais difícil o contacto, devido ao imenso Oceano...

Para nós é muito fácil atravessar a fronteira... Agora, nem sabemos bem onde ela está...

Com o vosso grupo podem fazer uma excursão para me visitar...
hehehe
...ou, mais fácil ainda, vou eu aí visitar o Café...

Beijo.
António

A.Tapadinhas disse...

São: A quem o dizes!

Boa semana!

Beijo.
António

A.Tapadinhas disse...

Flavio: Não sejas modesto!
Há pessoas que têm a triste sina de estragar o que é bom...

Há outras que têm o dom de transformar tudo o que tocam em ouro...

Eu já tinha esse estudo desde 1997 e nunca me fartei de o olhar... mas, acho que a Ti merecia mais... talvez um veleiro ou um iate...

Um abraço (acho que tem um significado especial depois de Lisboa)!

António

A.Tapadinhas disse...

Avassaladora: A janela da sala, onde tenho o computador, dá para as traseiras da casa, onde tenho um terreno "plantado" com ervas campestres, iguais àquelas do quadro...

... De vez em quando, fico com a impressão que uma papoila mais atrevida me pisca o olho...

Um dia destes, quando ainda estiver com o orvalho da manhã, irei beijá-la, para lhe agradecer a beleza que me dá sem nada cobrar...

Boa semana!


Beijo.
António

Avassaladora disse...

Pelo encanto de suas palavras, percebe-se o porque de tanta beleza e sensibilidade em suas pinturas...


Inveja dessa papoila que pode "piscar" para vc... E ainda tem a chance de receber um beijo seu...rsrs

E só tem uma janela a separá-la de vc...

Não esse imenso Oceno...rs




Beijos avassaladores!

OUTONO disse...

Pensa assim...amigo:

- Foram momentos maus...
- Foram momentos bons...

Também "sofro dessa Guerra"...na Guiné.

Um abraço.

Iana disse...

caro amigo

desculpe a minha ausência...:(

mas vim ler-te e viajar nas linhas todas do seu texto... e que viagem!

Beijos e uma semana feliz
abraços da rosa amiga
Iana!!!

Vivian disse...

...o carinho,
a afeição,
o afeto e
as afinidades
não conhecem
nacionalidades,
e sim
obedecem o que
manda o coração.

a blogsfera nos presenteia
com encontros mágicos,
e que se tornam tão reais
porque sentimos a alma
do outro em sintonia
com a nossa.

isto não tem preço.

bj

A.Tapadinhas disse...

Avassaladora: Para um oceano de separação, um oceano de sentimentos, faz a ponte necessária à comunicação...

Nós (a humanidade) nunca estamos satisfeitos com o que temos... e ainda bem!

Poder comunicar sempre que queremos, é um bem tão recente!

Por ser tão fácil, às vezes (mal) tendemos a menosprezá-lo...

Beijo.
António

A.Tapadinhas disse...

OUTONO: Para além da tua sensibilidade especial, tens uma experiência semelhante...

Por isso, não estranho a tua compreensão...

Abraço.
António

A.Tapadinhas disse...

Iana: O que interessa é que está aqui, agora...

Será sempre recebida com o melhor dos meus sorrisos!

Beijo.
António

A.Tapadinhas disse...

Vivian: Pela maneira como comenta o acontecido, dá a ideia que já experimentou estas emoções... com resultados agradáveis...

Ainda bem que foi assim!

Beijo.
António

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Amigo António:
Que lindos posts, este e anterior sobre o "encontro de irmãos". Deve ter valido mesmo a pena. Matei um pouco da saudade que sinto de Lisboa e de todo o Portugal. Conheci o Chiado um dia antes do incêndio em 1988.
Mundando completamente de assunto, digo que senti sua falta no Galeria.
Por isso, hj convido-o a ir até lá apreciar a resenha de um filme sobre os Borgia. De texto há só este e um poema. O restante são gravuras. Há também réplicas de algumas telas de Alma-Tadema. Gostaria muito que o fosse apreciar.
Um abraço,
Renata

A.Tapadinhas disse...

Renata: É muito interessante ter conhecido o Chiado antes do incêndio... Agora, depois da reconstrução, mesmo com as fachadas todas iguais, o interior tem as condições necessárias para as novas tecnologias...

O charme das velhas e requintadas lojas, perdeu-se: foram substituídas por outras mais de acordo com os tempos modernos...

O que nem sempre é uma vantagem...

Abraço.
António

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

António, meu amigo:
Já é quase dia aí e eu ainda nem me deitei. Primeiro, muito obrigada por comentar o meu post. Segundo, acho muito pertinente o seu adendo sobre orgias no Vaticano, concubinato e insinuação de incesto como forma de os Borgia obterem o que visavam na época renascentista.
Muito obrigada.
Um abraço,
Renata Cordeiro

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

António:
Inseri no texto o seu adendo e lhe dei o crédito.
Você conhece este site:
www.artrenewal.org?
É o site mais completo sobre pintores do Ocidente, e alguns do Oriente, e suas obras. Há pouco tempo, era possível baixar todas as obras de um pintor, agora só é possível baixar algumas.
Se você não o conhece, o acesse, vá ao catálogo de pintores ou busque algum pelo nome e, muito provavelmente, o encontrará.
Um abraço,
Renata Cordeiro

Pena disse...

Genial Amigo:
Por certo, uma tertúlia repleta de sensações e emoções saída de si e do seu amigo valioso pelo que pude constatar. Tanta coisa a sentir. A ser. A dizer.
Tenho a certeza que foi um momento ímpar.
Uma "explosão" de palavras
incisivas de gigantismo admirável no aspecto verbal de uma significação imensa.
A sua "arte", de cativar e surpreender. Gostava muito de o conhecer, mas a distância fala mais alto...
Fica o meu sincero depoimento de agradabilidade perante a sua "arte" inconfundível que "explode" com beleza por tudo o que é lado...
Olhe, eu já não tenho palavras, acredite...!
Um pintor vivo que faz pintura de "vida"...

Abraço de amizade e deslumbre...
Silenciado...

pena

Bem-Haja, talentoso Amigo Enorme!
Gostava de ter presenciado...

Marina-Emer disse...

me gusto lo que lei ..pero en tu idioma no se decirte nada solo lo se leer,Abrazos
Marina

A.Tapadinhas disse...

Renata: É curioso, mas hoje de manhã, o canal TVCINE4, de que sou assinante, passou o filme "Os Bórgia"...

Não precisava fazer nenhuma menção ao meu simples comentário. De qualquer maneira, obrigado pela atenção...

Não conhecia o site que indicou. Já o coloquei nos meus favoritos, para não me esquecer...

Agradeço a dica...

Abraço.
António

A.Tapadinhas disse...

Pena: As hipóteses de me encontrar com um amigo virtual de além-mar, terá de concordar, são bem menores do que com alguém que está mais próximo, geograficamente falando.

Por isso, quem sabe, um dia não nos encontraremos?

Entretanto,

um abraço, do seu amigo,
António

PS. Como está a decorrer a votação?

A.Tapadinhas disse...

Marina-Emer: Eu também não sei o teu idioma...

...Sei apenas o suficiente para te dizer que gostei da tua visita. O resto, o coração entende perfeitamente...

Un abrazo cariñoso.
António

Udi disse...

E agora vamos tentar organizar um Genial especial só para que o Flavio nos relate o encontro de vocês!
Vocês estão ótimos!
bjs!

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Meu amigo António:
Cá estou eu de novo e de madrugada para convidá-lo a apreciar o meu post sobre a tapeçaria A DAMA E O UNICÓRNIO. Não é coisa de especialista, mas sim de quem viu a obra, se encantou, estudou há tempo, quando morava em Paris, e agora resolveu fazer um post que não ofereça dificuldades a ninguém, sobretudo à sua autora.
Esta no meu Blog FEMININA:
http://blogrenatafeminina.blogspot.com
Um abraço,
Renata Cordeiro

Avassaladora disse...

Bom dia meu amigo querido...

Saudade de vc.

Saudade alguma coisa que nem sei o que...rs

Uma quinta-feira em que amanheço cansada... issima,íssima, issima...

Beijos avassaladores!

A.Tapadinhas disse...

Udi: Eu também quero ter uma palavra sobre o assunto! Não estou convidado?
:(
Beijo.
António

A.Tapadinhas disse...

Renata: Convite recebido!
Passarei por lá tão depressa quanto possível...

Abraço.
António

A.Tapadinhas disse...

Avassaladora: Bom dia, querida!

Espero que já esteja totalmente recomposta!

Fico desesperado quando alguma coisa não está bem com um amigo...

...e ainda mais quando não posso fazer nada...

Talvez seja a culpa do Fernando Pessoa ou de um dos seus heterónimos!?

Um sorriso? Já valeu a pena...

Beijo alegre.
António

Udi disse...

António! Convidadíssimo, senhor pintor d'alem mar!
Está mesmo fazendo planos de vir?!
Se vier, o Genial será pouco... e nem pense em poucos dias... uma semana, no mínimo, de festejos!

Bem, agora aguente! Começarei uma campanha "António Tapadinhas no Brasil Já!"
:)
beijos

A.Tapadinhas disse...

Udi: Sei que estou convidado, já faz muito tempo! Num dos encontros até já tive direito a uma cadeira...

Tão cedo não vai ser possível...

...mas, dizemos por cá, há mais marés que marinheiros...

Beijo.
António

Érica Martinez disse...

Tapadinhas, deve-nos uma visita!!!!! venha para conhecer o nosso Q.G! Será um prazer, decerto!
Grande beijo!

A.Tapadinhas disse...

Érica: Vontade não me falta!

Vamos esperar para ver!

Agradeço muito a simpatia...

Beijo.
António

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,

hangeng disse...

Zahlreiche verschiedene glitzernden pandora schmuck sabo schmuck wird vor der ganzen Welt verwechselt Chaos. Und die ganze thomas sabo onlineshop Welt von der Industrie zusammengesetzt ist, bezogen auf Kultur, es ist die Differenz zwischen classes.For thomas sabo armketten Teil des Schmucks Unternehmen, acrosspandora Industrien, sabo uhren die Grenzen der Pandora Armbändern zu verwirklichen, sah die Augen thomas sabo online shop deutschland außen ist ein kreativer Wert auf neue Ideen. ohrringe creolen Die Schmuck-Industrie muss auf andere Branchen, die Allianz zu realisieren.Diese Tendenz wurde vorgelegt. thomas szabo Solche als touristische Souvenirs, Schmuckläden mobilepandora Telefon angebote thomas sabo ohrschmuck Industrie, Bekleidungsindustrie, hochwertigen Schreibwaren-Industrie, auch einige elektronische Geräte. Dies thomas sabo ist eine gute Idee, wenn die Bedingungen, mit kräftigen, schwach ist, oder die schwachen schwachen Spiel wahrscheinlich überraschendste schmuck thomas sabo ketten Ergebnis zu erhalten. Um jedoch die Marktstudie und Machbarkeit, zu stärken und die Aufmerksamkeit Markt, um Tracking-Stamm. Power-and-power Union sollte sicher sein, die pandora deutschland Reize, vor allem die internationale Marke der Zusammenarbeit.