terça-feira, 2 de novembro de 2010

SEM MARGENS NA BLOGALDEIA III


Azul, Azul Autor António Tapadinhas
Óleo sobre Tela 100x100cm
(clique sobre a imagem)

O meu amigo Jorge no seu blogue, BEGIN THE HOPE, de vez em quando, num comentário, faz referência aos meus azuis, considerando alguns que o tocam especialmente, de “Azul Tapadinhas”.
Há pintores que são conhecidos por saberem realçar determinadas cores nas suas pinturas. Lembremos Van Gogh e os seus vibrantes amarelos, Cézanne e os seus espantosos verdes e, porque vem a propósito, a história de um azul especial.
Yves Klein, nascido em Nice, França, realizou mais de cinco dezenas de quadros monocromáticos em azul. Gostou tanto de uma das tonalidades, que a registou em 19 de Maio de 1960, no Instituto Nacional da Propriedade Industrial, com a designação IKB (International Klein Blue).
Espero que esta obra se imponha pelo seu azul. Não tem outras cores que o tornem mais suave ou mais profundo, mais alegre ou mais triste…
Acho que as cores são como as pessoas. Dependem muito do que as rodeia. Todos nós nascemos iguais, mas alguns são mais iguais do que outros... As diferenças começam antes do nascimento, e prolongam-se durante toda a nossa vida. Nós e as cores somos sensíveis ao ambiente que nos cerca.
Esta atmosfera é a essência mágica com que se cria o génio ou uma obra-prima.

59 comentários:

Rogério Pereira disse...

Que pedaço de céu
tem este azul seu?
Diga-me
Que lho trago eu

Que pedaço de mar
Tem este seu azul?
Diga-me
Se é do norte ou do sul

Este seu azul onde fica?
Em que pedaço de céu ou de mar?
Ou será dentro da alma
e que o devo procurar?

Abraço
(que este seu azul encontre uma forma...)

Aníbal de Sousa disse...

Tó:

Não esqueças também o Blau Reiter...

Luna Sanchez disse...

As cores têm cheiro, gosto e calor, assim como as palavras.

Tudo que é azul é bonito.

Beijo.

ℓυηα

lolipop disse...

Se dantes amava o azul Klein...a partir de agora o "azul Tapadinhas"
tem em mim uma fã incondicional.
SÉRIO!
TERNURAS AZUIS

Nanda Assis disse...

esse cairia bem numa parede aqui em casa.

bjosss...

jorge disse...

Este cuadro es verdaderamente maravilloso.

Me lo quedo.

A.Tapadinhas disse...

Rogério Pereira: É esta a vantagem dos pintores: pegam num pedaço de azul e fazem dele a imagem dos seus sonhos...

Nada que o Rogério e todos aqueles que sabem sonhar, não possasm fazer...

Abraço,
António

A.Tapadinhas disse...

Aníbal: Claro que não! Alguns dos artistas de inspiração expressionista Der Blaue Reiter estão entre os meus preferidos.

A letra da canção Bluebird diz: Tarde da noite quando o vento estiver parado.
Eu irei voando até sua porta.

Desta vez foste tu que chegaste voando, não com as asas, esses membros arcaicos e vagarosos, mas à velocidade da luz.

É um prazer a tua visita!

Abraço,
António

A.Tapadinhas disse...

Luna Sanchez: As tuas palavras têm o peso da verdade...

sustentada na imponderável leveza do azul...

Beijo,
António

A.Tapadinhas disse...

lolipop: Estou a ficar com vontade de continuar com uma série monocromática...

As suas palavras ternurentas são um bom incentivo!

Beijo,
António

A.Tapadinhas disse...

Nanda Assis: Não duvido!

Como também não duvido que estaria num local com bom astral!

Beijo,
António

A.Tapadinhas disse...

Jorge: Olha que eu posso acreditar! Maravilhoso?!

Maravilha são as tuas palavras!

Abraço,
António

flor de jasmim disse...

As cores por vezes dizem tudo, mais do que algumas palavras, esse azul é lindo.

Abraço

A.Tapadinhas disse...

flor de jasmim: As cores dizem tudo.

Algumas vezes, até adivinham os nossos sonhos...

Abraço,
António

Graça Pereira disse...

Não sei se ficarás conhecido pelas tuas telas ou...pelo azul Tapadinhas!! Que ele é lindo´é uma verdade...Talvez pelo brilho que lhe pões ou porque guardam sonhos tão grandes como o mar ou o céu!
Beijocas
Graça

Gonzo Sade disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gonzo Sade disse...

Porque não azul-tapadinhas? Em um texto meu pus cor de bosta-serenata nos telhados molhados.
Se chama "Noite rara". Visite meu blog www.lapadanopancreas.blogspot.com
São só ninharias Brazucas.

piedadevieira disse...

Para mim, azul da cor do mar.
Lindíssimo e inspirativo.
Beijinhos

Anne M. Moor disse...

António!

Que azuis incríveis! Estou a nadar pelas vibrações desta tua tela azul... Depende onde foco os olhos se é brilhante a luz que vejo ou algo mais calmo a focar no azul mais escuro. Fantástico.

bjos
Anne

Malu disse...

António ,


Muito linda sua pintura ...
Quando clicanmos se abreu um céu.
:)


Bjo.

A.Tapadinhas disse...

Gonzo Sade: Obrigado pela sugestão e pelo convite!

A sugestão fica pendente, o convite está aceite.

Abraço,
António

A.Tapadinhas disse...

Graça Pereira: Também não sei... e acho que não me interessa!

Já tenho alguns motivos para pensar que a minha passagem por esta vida não foi em vão.

Comigo ou sem mim, o céu e o mar continuarão azuis...

...com o brilho que tu dás às tuas palavras!

Beijo,
António

A.Tapadinhas disse...

piedadevieira: Os nossos olhos e o nosso cérebro vêem as cores de acordo com a nossa sensibilidade...

Beijo,
António

A.Tapadinhas disse...

Anne: Não te esqueças do cinto de salvação!
:)
Dá gosto nadar nas águas tranquilas dos sonhos embalado pelas tuas palavras...

Beijo azul,
António

A.Tapadinhas disse...

Malu: O céu está sempre perto de nós: Basta olhar para cima!
:)
Obrigado pela simpática visita!

Beijo,
António

Ava disse...

António, tuas cores, não só o azul, mas o vermelho, o verde, o amarelo, creio que chamamos cores quentes, e as suaves também. Suas cores são o reflexo de um coração flamejante de paixão...
Tudo que fazemos, quando impregnado pela paixão, toma outra dimensão. Tanto na pintura quanto na escrita...

Daí a beleza singular de sua obra e suas cores...


BB singulares...rs

Fê-blue bird disse...

AZUL!!! Adoro o Azul ou não fosse uma Blue bird ;-)
Este quadro além de um azul magnífico tem uma textura que só ao vivo poderia realmente sentir a verdadeira dimensão da sua arte.
Azul Tapadinhas, quem sabe um dia não me dá o segredo da sua cor.

Beijinhos

A.Tapadinhas disse...

Ava: O azul mais frio não resiste ao fogo da paixão verdadeira...

...da mesma maneira que o vermelho mais rutilante, pode não chegar para aquecer um coração.

Só o nosso fogo interior tudo ultrapassa...

BB
António

A.Tapadinhas disse...

Fê-blue bird: Todas as aves têm de amar o azul...

E nós, nas asas dos nossos sonhos, devemos aprender com elas e voar...

...pelo menos, com a imaginação!

Beijo,
António

relogio.de.corda disse...

O azul será será sempre aquela cor...especial.
Do azul celeste, azul turquesa, azul escuro, azul bebé ao azul daquilo que nossa imaginação quiser que seja, será sempre a mais bonita das cores; pelo menos para mim!

A.Tapadinhas disse...

relogio.de.corda: Todos gostamos de azul. Afinal, quem é que nunca sonhou em voar?

Beijo,
António

Luna Sanchez disse...

Rs...que bonita essa resposta!

Passei pra deixar um beijo (azul) de bom final de semana.

ℓυηα

Thaís Alves disse...

Olá, Tapadinhas! Linda tela... e curioso que em minha primeira visita por aqui, seja o tema de sua tela, o azul. Minha cor favorita, o azul da serenidade. O azul que um dia enfeitará o quarto do meu filho(a) quando ele acontecer, para embalar tranquilas noites de sono. Sua tela, de cabeça para baixo, me parece o encontro do ceú com o mar, formando o infinito azul :) Voltarei, certamente. Porque a arte é para ser apreciada. Bjs

Luís Coelho disse...

Grande verdade.Todos nascemos iguais mas somos realmente diferentes.
Sempre me impressionou o azul e este quadro está a comprovar essa tendência.

Obrigado pela visita ao lidacoelho

A.Tapadinhas disse...

Luna Sanchez: Bonita é a sua presença no meu blogue!

Bom fim-de-semana!

Beijo,
António

A.Tapadinhas disse...

Thais Alves: Que todas as suas melhores expectativas se realizem, conforme o planeado!

Vão ser ultrapassadas, creio, porque o azul é capaz de fazer milagres!

Bom findi!

Beijo,
António

A.Tapadinhas disse...

Luis Coelho: Há verdades que é preciso lembrar de vez em quando! Essa é uma delas!

É sempre um prazer visitá-lo!

Abraço,
António

Ava disse...

António, também voltei a ouvir a Valsa nº 2, de Shostakovich...
Ví o filme já faz um tempimho, e sua alusão a ele me fez reler alguma coisa, para relembrar...rs

Quanto a sua comparação... ai...ai...rs

Voce é generoso por demais em seus comentários.

Me sinto encantada por ser merecedora de suas palavras...


BB ao som de Shostakovich...rs

O Nosso Mundo da Imaginação disse...

Sublime Amigo António:
Cria a sua "Arte" gigante com todo o amor fabuloso que é seu e está bem fundo no seu admirável coração.
Belo, este "Azul".
"...Acho que as cores são como as pessoas. Dependem muito do que as rodeia. Todos nós nascemos iguais... As diferenças começam antes do nascimento, e prolongam-se durante toda a nossa vida. Nós e as cores somos sensíveis ao ambiente que nos rodeia...."

Concordo, por completo.
É isso que o faz uma pessoa gigante e enorme.
Abraço amigo ao seu talento e criatividade de fascínio.
Com respeito e sempre admirá-lo.

pena

MUITO OBRIGADO pela sua pura amizade.
Creia que é recíproca.
Bem-Haja, precioso amigo extraordinário.
Adorei.

A.Tapadinhas disse...

Ava: Não sei onde foi ouvir a valsa, mas gostava que fizesse o seguinte:
Vá a Youtube Andre Rieu - Shostakovich' Second Waltz
e imagine-se a dançar, apenas de mãos dadas com o seu amor, também serve, ao som desta música, com aquele maestro, naquele local...

uff! de tirar a respiração, não é?!

BB arquejantes.
António

A.Tapadinhas disse...

pena: Tomei conhecimento do blogue da imaginação e já lá deixei o meu testemunho...

Agradeço as suas palavras.

Abraço,
António

José María Souza Costa disse...

Sublime Antonio
Este azul, que encanta e deslumbra a todos, é a minha cor preferida.Muito amada e enamorada por mim. este seu quadro é belissimo, avassalador. Gostei.
Mas, estou lhe convidando a visitar o meu blog, e se possivel seguirmos juntos por eles estarei lá, esperando por você
Um abraço
www.josemariacostaescreveu.blogspot.com

Ava disse...

António, explêndido, magnífico!

Tinha ouvido em outro sítio...

Você é realmente especial, moço!


Em plena manhã de domingo e eu aqui, a ouvir uma valsa de olhos bem fechados...rs


BB, tb arquejantes...rs

maria cleia disse...

olá, muitíssimo prazer em lhe descobri, vim fuçar, adorei o que vi e me tornarei fiel seguidora, bjs Cléia

Emílio Júnior disse...

Ao contrário de muita gente que lembra do céu, eu pensei na zona do oceano perto da zona afótica(sem luz) do oceano. o azul para baixo ficaria mais escuro até ficar escuro.

A.Tapadinhas disse...

José Maria Souza Costa: Quero agradecer as sua palavras amáveis e aceitar o seu convite para o visitar, no primeira oportunidade.

Abraço,
António

A.Tapadinhas disse...

Ava: Desejo ardentemente que essa valsa especial seja inspiradora para uma grande semana!

BB
António

A.Tapadinhas disse...

Maria Cleia: Muito obrigado por suas palavras!

Será sempre bem-vinda!

Tenha uma grande semana!

Beijo,
António

A.Tapadinhas disse...

Emílio Júnior: O oceano de extenso e abissal que é, tem em si todas as nuances, mesmo as mais impensáveis, da cor azul. Por isso, dizemos que um determinado azul é profundo...

Abraço,
António

OUTONO disse...

Saio daqui...como sempre agradado, da tua criatividade...

Um forte abraço!

A.Tapadinhas disse...

OUTONO: É bom sinal, meu amigo!

Gostas e por isso vais voltar!

Abraço,
António

FlorAlpina disse...

Olá António,

Impecável"mente" Azul!

Bjs dos Alpes

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Azul é a cor que mais me toca...seu azul me passa paz,alegre tranquilidade...

Um beijo!

Sonia Regina.

A.Tapadinhas disse...

FlorAlpina: Olá!

Azul puro, como o ar dos Alpes...

Beijoi,
António

A.Tapadinhas disse...

Sonia Regina: É tudo isso, e mais a sensibilidade que a minha amiga revela...

Bem-haja!

Beijo,
António

olhar disse...

Azul, lindo azul!

Amei o que escreveu!

beijos,
Bia

A.Tapadinhas disse...

Bia: Com os seus elogios, o céu, agora nublado, irá ficar mais
azul...
:)
Tenha um óptimo findi!

Beijo,
António

Glorinha L de Lion disse...

Apaixonei-me por teu blog Antonio! Então agora teremos o Azul Tapadinhas? Gostei da ideia de teu amigo. Que tela linda, me tocou, ando a pensar muito em azuis ultimamente, breve, saberão porque...beijos,

A.Tapadinhas disse...

Glorinha: Quem não pensa na cor azul?! Afinal ela segue-nos como um amigo fiel...

Esperamos pela novidade!

Beijo,
António