sexta-feira, 2 de outubro de 2009

ARTE POSTAL (II)


Sol na Terra Óleo sobre Platex
(clic sobre a imagem para ver textura)

Esta foi a outra peça que mandei para a “Exposição Internacional de Arte Postal”.
Tal como a anterior, é feita em óleo sobre platex, com uma textura bastante expressiva, e as cores fortes, no estilo fauve, para lhe dar a força que o tema merecia. Daí a simplificação das formas e a exaltação das cores puras, numa pincelada espontânea e livre …
Como todos sonhamos ser…

27 comentários:

rm disse...

Muito bonitos ambos os trabalhos e o tema é mesmo universal, porém historicamente datado...

€_r_i_K disse...

Vaya, ojalá fuésemos así como esas pinceladas de las que hablas...


Abrazos.....

Isabel disse...

Mira que me gustan tus azules, pero estos rojizos han quedado maravillosos, como el sol del otoño. Besos.

http://senderosintrincados.blogspot.com

Ava disse...

Uma pintura com cara de Brasil...

Por aqui, nossos vastos campos, plantações imensas, áreas preparadas para receber a semente... Trabalhadores Bóias-frias, que ajudam a preparar essa terra... Principalmente nas plantações de cana-de-açúcar...

É meu meu amigo, voce me fez recordar o campo, região onde viví boa parte da minha vida...


Não é atoa que sou forte como aroeira...

Estou a remendar as velas...

Já... já... tem barco navegando...


Sem estar a deriva...rs


Obrigada, moço!


Beijos!

Anne M. Moor disse...

António
Livre é saber e poder voar nas asas da águia, mas a terra tem uma força magnética...

Belíssimo quadro!!

Bjos

daniel disse...

Buenísimo, me gusta la fuerza del color, y esas siluetas, le dan mucha expresividad al trabajo.. un saludo Daniel

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Olá, amigo!
Esta sua Obra SOL DA TERRA, que vc mandou para a “Exposição Internacional de Arte Postal”, em estilo "fauve" - (...) "para lhe dar a força que o tema merecia. Daí a simplificação das formas e a exaltação das cores puras, numa pincelada espontânea e livre …
Como todos sonhamos ser" - de todas que o António vem produzindo nesta série é a de que mais gosto neste momento, justamente pelo "sonho". Explico-me. Hj, como de costume, acordei às 6:30, e publiquei no meu Blog sobre um filme em 3 versões, que é sonho puro, uma vez que é baseado na obra do grande Bardo, ROMEU E JULIETA. E, de quebra, na mesma postagem, publiquei um soneto do mesmo autor, traduzido por mim. Voltei a dormir e a despertei, e publiquei no EU E DAÍ? dois poemas sobre sonhos. Parecem que os sonhos sempre invadem todos humanos, por mais imperfeitos que somos.
Passei por aqui por outro motivo e veja o amigo como me estendi.
Meu abraço a si, meu sorriso à esposa e o meu beijo ao Rafael.
Que os três tenham um lindo sábado cheio de fantasias e alegrias,
Renata

Udi disse...

Entrei na postagem anterior e apenas baixei (sorrateiramente) a imagem, sem comentar porque não me vinham palavras para comentar como fiquei tocada com a sincronicidade de ter admirado a pintura do Portinari postada pelo ÉrreEme e encontrar aqueles "pés no chão" (que eu tanto me esforço para manter!) num "estilo" (desculpe a falta de palavra mais adequada) tão brasileiro do modernismo da semana de 1922!
...e agora esta! que parece retratar retirantes nordestinos, fazendo-me lembrar de Lasar Segall.
Além do teu comentário sobre twiter e as grandes obras literárias. Adorei!
beijos e bom finde!
:)
António, Que delícia

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá António! Passei para te desejar um ótimo final de semana e dizer que, tanto Pés no Chão, quanto Sol na Terra, são duas belas criações, e traduzem a sensibilidade do grande artista que és.

Abraços,

Furtado.

A.Tapadinhas disse...

rm: Não virá mal ao mundo por isso...

...espero!

Abraço,
António

A.Tapadinhas disse...

€riK: Em alguns momentos somos!

É preciso saber aproveitar...

Abraço,
António

A.Tapadinhas disse...

Isabel: Quando se gosta, todas as razões são boas...

Beijo,
António

A.Tapadinhas disse...

Ava: Daqui, permito-me dar-te um conselho:

Não remendes as velas...

Arranja umas novas...

E, ao leme, como no "Mostrengo", ata a vontade de seguir um rumo.

Beijo,
António

A.Tapadinhas disse...

Anne: É bom sentir a terra nos pés, é bom sentir o ar afagar-nos o rosto...

A vida é assim, cheia de contradições...

Beijo,
António

A.Tapadinhas disse...

Daniel: A sombra dá para a nossa imaginação ter algum trabalho...

Abraço,
António

A.Tapadinhas disse...

RENATA: Fiquei com curiosidade de ler os poemas sobre sonhos...

Da história de Romeu e Julieta, fico sempre surpreendido com as hipóteses novas que vão aparecendo, depois de tanto tempo...

São assim as obras de arte: intemporais...

Beijo,
António

A.Tapadinhas disse...

Udi: Sempre que alguém me elogia sugerindo que eu faço lembrar algum vulto das artes, fico envergonhado...

Os olhos dos amigos vêem também com o coração...

Bom finde - é a primeira vez que utilizo esta palavra, mas não vai ser a última!

Beijo,
António

A.Tapadinhas disse...

Rosemildo: Agradecido pelas palavras e retribuo o desejo de bom finde!

Abraço,
António

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Bom Dia, Amigo!
Tenho quase certeza de que dormiu bem!
Quanto a mim, dormi maravilhosamente bem. Fui deitar-me às 4: 30 e agora são 7: 22 aqui.
Meu amigo, deixo a vc e aos seus: meu beijo, sono, desejo, cabelo ensolorado, sonho risonho, céu estrelado e, enfim, o meu sorriso perolado, para que o seu domingo seja muito inspirado.
Renata
PS: HAI CAI MESMO, de minha autoria na Vivi in-Foco, MEU JARDIM DE HAICAIS II no EU E DAÍ e O CÉU DESPENCA E AS CORES DA TEMPESTADE - VARIAÇÕES, por Renata Cordeiro, Marta Vinhais, Vicente de Carvalho (Sâo Vicente, Brasil) e Camilo Pessanha. Vá prestigiar algum, amigo, tenho saudades.

Graça Pereira disse...

Lindissimo! O título escolhido, é a legenda condizente. Depois...é só olhar e saboreá-lo! Um beijo Graça

Léo Metallica disse...

Uma arte bem diferente das que eu já tinha visto pintado por tí antes.

Demonstra aridez e sofrimento (As cores quentes), ao passo que as crianças(?) ao fundo parecem andar em rítmo cantarolante ignorando a inexpressividade do lugar.

Direto do Brasil.
Abraço.

calamanda disse...

¡Hola, Antonio! Una obra diferente
y como muy bien dices,muy expresiva,con cortes fuertes y
creo que muy empastada...un
resultado magnífico.

Como siempre es un placer
contemplar tus obras.

Un abrazo.

A.Tapadinhas disse...

RENATA: Já fez a programação das minhas visitas...

...Vou seguir o roteiro de acordo com as minhas possibilidades...

Abraço,
António

A.Tapadinhas disse...

Graça Pereira: Para além das possíveis virtudes da obra, está a certeza da boa vontade de quem a observa...

Beijo,
António

A.Tapadinhas disse...

Léo: Tenho notado que tens sempre uma interpretação muito profunda e original das minhas obras...

...Diz bem da tua sensibilidade...

Abraço,
António

A.Tapadinhas disse...

calamanda: Podem ser apreciadas as texturas (empastes), com um clic sobre a imagem...

Foi um prazer redobrado a tua visita.

Abraço,
António

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,