domingo, 18 de outubro de 2009

A MOSCA NO PRATO




A Mosca no Prato Óleo sobre Tela 35x27cm

Há uns anos atrás, completei três obras, que pretendiam contar uma história que nunca chegou a ser escrita.
Em todas elas, um dos elementos do quadro interfere com a moldura, criando um desassossego no observador, a que Dali chamou de paranóico-crítico, mas que a mim, mais prosaicamente, me fez lembrar uma quadra de António Aleixo:

Uma mosca sem valor
Poisa c'o a mesma alegria
na careca de um doutor
como em qualquer porcaria.

40 comentários:

Jessy Beraldo disse...

adorei o quadro,
mto curioso o detalhe do cabo da colher interfirindo na moldura...

Vivian disse...

...aí me vem à mente
a simplicidade do SER,
que não se mistura com ilusões
passageiras...

o que é para um simples,
um Doutor ou uma criança?

bj

luis santos disse...

GOSTEI MUITO.

Têm-me convidado da Casa Amarela para fazer umas conversas. E se eu te convidasse para expores meia dúzia de telas e animares uma conversa sobre tema à tua escolha?

Pena disse...

Admirável Amigo:
Um quadro pintado deliciosamente pelas suas mãos de ouro muito puro.
Criou um Post de maravilhar.
Um Sérgio Godinho de Abril no seu melhor.
Uma quadra bem ajustada ao momento.
Percebe agora porque lhe chamo genial...?
Em tudo o que faz, fá-lo com perfeição e um enorme sentir.
Bem-Haja.
Adorei. Extraordinário.
Abraço amigo de imenso respeito pela sua gigante significação humana.

pena

Honra-me muito a sua amizade.
É talentoso e um admirável amigo enorme...sabia?

Silenciosamente ouvindo... disse...

Cheguei ao seu blogue por acaso e
fiquei fascinada...Adoraria que
visitasse os meus http://intemporal-pippas.blogspot.com e http://plullina.blogspot.com
e que me permitisse colocar alguns
dos seus quadros nos mesmos.Meu
email: iriseu@sapo.pt se me
quiser ceder, agradecia um email.
Registei-se como:silenciosamente.
Um abraço

Isabel disse...

Con mosca y todo, me parece un cuadro hermoso, con fuerza. Besos.
http://senderosintrincados.blogspot.com

Anne M. Moor disse...

Este teu quadro é tão palpável que parece que o prato vai cair da mesa rsrrsrrsrs

A colher encostada na moldura do quadro está genial!

Beijos
Anne

A.Tapadinhas disse...

Jessy Beraldo: Esse pormenor é para fazer esquecer a mosca...
:)
Beijo,
António

A.Tapadinhas disse...

Vivian: São, acima de tudo, dois seres humanos...

Beijo,
António

A.Tapadinhas disse...

Luís Santos: Tema já tenho: "O Pássaro Azul - Pintar a Palavra..."

Vamos beber um café, para combinar pormenores...

Abraço,
António

A.Tapadinhas disse...

Pena: Como sempre os seus comentários, descontando os elogios que são próprios do seu espírito superior, tocam nos pontos importantes, com a precisão de um bisturi...

Agradeço as suas palavras.

Abraço,
António

A.Tapadinhas disse...

Silenciosamente ouvindo: Nada acontece por acaso...

Seja bem-vinda ao meu espaço.

Pode usar no seu blogue os meus quadros, naturalmente, com a sua identificação.

Abraço,
António

A.Tapadinhas disse...

Isabel: A mosca está deslocada: tudo o que a rodeia está escrupulosamente limpo...

Beijo,
António

A.Tapadinhas disse...

Anne: O truque é esse! A colher está a equilibrar o conjunto...

Sem colher caía tudo!
rsrsrs

Beijo equilibrado (novo:)
António

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá amigo! pessei para enriquecer a vista com mais uma de tuas belas criações. A mosca no prato ficou simplesmente maraviloso, principalmente pelo detalhe da sombra do cabo do garfo refletindo no prato. Mas, confesso que fiquei um tanto penalizado, foi com a porcaria da careca do doutor. Rs.

Abraços e uma ótima semana.

Furtado.

Ava disse...

Meu doce António... Quanta saudade!

Estava curtindo os mares da Bahia...


Agora, tentando agradecer tanto carinho que voces me dão...


Vc é especial...


Beijos!

Graça Pereira disse...

Acho um quadro maravilhoso. Cria em mim a vontade de ir lá sacudir a mosca. Está sugestivo e...fala!
Gosto dos quadros com os quais posso manter uma "conversa"....
A propósito de conversa deixei-te um recadinho no meu blog a seguir ao teu simpático comentário.
Um bj e uma óptima semana com muita pintura.
Graça

A.Tapadinhas disse...

Rosemildo Sales Furtado: No prato, ou na careca do doutor, a mosca é sempre incomodativa...

...e se for das varejeiras, torna-se perigosa, e ainda mais perigosa é a mosca do sono, para não falar da...

Quando falamos de moscas, a seguinte é sempre mais perigosa do que a anterior...

Temos de manter o prato limpo!

Abraço,
António

A.Tapadinhas disse...

Ava: Estava(mos) a ficar preocupado(s) com a tua ausência...

Nem conseguia dormir! São cinco da manhã quando estou a escrever esta resposta!

Afinal, não havia razões para estar inquieto: estavas na praia, dizes! Ainda bem!

No entanto, já fui espreitar o teu blogue e ele indicia que algo se passou. Já lá volto, para saber se estou enganado...

Beijo de boas-vindas!
António

A.Tapadinhas disse...

Graça Pereira: Não te esqueças de levar o mata-moscas, quando fores para a minha exposição...
rsrsrs
Já li o conselho que me dás: é uma hipótese que eu tenho de considerar...

Beijo,
António

jorge disse...

Buena idea, esa de colocar algo que no parece tener sitio en una imagen.

Cambia totalmente la percepcion del observador.

A mi, tan poco dotado para este arte, me maravilla ver los detalles de tu pintura cuando la aumento.

Como siempre, me repito: El cuadro, una preciosidad.

Oyana disse...

Precioso cuadro, con mosca incluida.
Un abrazo

Dulce disse...

Antonio,
Vim conhecer seu atelier e encontro, encantada, entre as telas, uma mesa, onde são depositados textos e poesias, informações sobre seu trabalho, flashes de sua vida...
Um lindo espaço, um lugar a se voltar sempre.
Um abraço

Dulce

A.Tapadinhas disse...

Jorge: É fundamental o elemento paranoico-crítico-depressivo de que falava Dali...
rsrsrs
Uma mentira, muitas vezes repetida, transforma-se em verdade...

Abraço,
António

A.Tapadinhas disse...

Oyana: Sem mosca não tinha
graça...

Un abrazo cariñoso,
António

A.Tapadinhas disse...

Dulce: Ainda bem que gostou!

Já lhe disse, e repito, que é um gosto recebê-la.

Abraço,
António

Ava disse...

António...António...

Que bela visão tens do amor...

Diria que uma visão de sonhos...

Sonho e realidade não caminham lado a lado...rs


Beijo grande...

CHRISTINA MONTENEGRO disse...

Excelente tudo! Parabéns!
Abração!

€_r_i_K disse...

Abrazos Amigo, ausencia obligada, pero aquí estoy, casi tan pegajoso como la mosca....Bonito!!!!

carmen disse...

Cheguei por acaso no teu blog, se é que ele existe.
A arte também ocupa um lugar primordial na minha vida atualmente, através dela a vida tem sido mais terna.
parabéns pelas suas telas e visita-me.
beijos além mar

A.Tapadinhas disse...

Ava: Estou a utilizar um computador com teias de aranha (como a cabeça de algumas pessoas), porque o novo teve um ataque de ainda não sei o quê...

Sonho que esta mensagem chegue bem... quer dizer, que seja uma realidade...

Assim, sonho e realidade, completam-se...

Beijo,
António

A.Tapadinhas disse...

CHRISTINA MONTENEGRO: Tomei nota da visita e das palavras...

Abraço,
António

A.Tapadinhas disse...

€riK: Não importa quando, os amigos são sempre bem-vindos!

Abraço,
António

A.Tapadinhas disse...

Carmen: Já sei, por experiência própria, que não há acasos - só o teu nome é uma inspiração.

A Arte, embora algumas pessoas não o reconheçam, é importante para toda a gente.

Tu és daquelas que já o sabe!

Logo que possa vou visitar-te!

Até lá! Beijo,
António

Udi disse...

Que delícia de humor surreal!
Adoro isso!
:)))
beijo

A.Tapadinhas disse...

Udi: Continuo sem computador, o que quer dizer que a mosca vai ficar no prato mais tempo do que o previsto...

Beijo,
ANTÓNIO

Udi disse...

Fico feliz com a perspectiva desse post bem humorado ficar por um bom tempo.
...mas claro que aguardarei ansiosamente pelo próximo.
beijo e bom finde ;)

Ava disse...

A mensagem chegou...
Espero que seu computador se recupere logo do ataque...rsrs

Por aqui é finalzinho de domingo...hora ideal param lhe mandar um abraço e os desejos de uma ótima segunda-feira...



Beijos!

A.Tapadinhas disse...

Ava: Agora já é segunda-feira. Vai ser o início de uma semana diferente: sem computador! Será que vou sobreviver?

Numa separação, algumas vezes, a sensação que fica é que o mundo vai acabar! Nunca é verdade: é sempre o princípio de algo de novo...

No meu caso, não! Juro, que sinto a falta da minha máquina! Volta, estás perdoada!

Beijo,
António

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,