quinta-feira, 26 de novembro de 2009

ALCOCHETE


Apeteceu-me escrever no título “Alcochete, sem Freeport”, tantos são os artigos que, nos últimos anos proliferaram nos media portugueses, por causa dessa catedral de consumo. Mas achei por bem não dar para esse peditório.
Alcochete é uma das mais belas vilas da margem esquerda do Tejo.
Deve ser o único ponto em que há consenso! Existem divergências quanto à data e por quem foi criada a povoação, e ao significado do vocábulo. Para mim, porque é a que mais gosto, deriva de “alca xête”, um campo deserto onde pastam ovelhas…





Cais de Alcochete Acrílico sobre Tela 50x60cm
(clic sobre a imagem)

Não ficava bem comigo próprio se não incluísse na minha exposição “Tejo Cintilante”, uma referência a esta terra situada na Reserva Natural do Estuário do Tejo.
Aproveitei os bons resultados conseguidos com o anoitecer e o amanhecer na zona do Barreiro, e resolvi aplicar a mesma receita para este “Cais de Alcochete”.
Esperei por uma baixa-mar que coincidisse com o nascer do sol, para tirar as minhas notas, sobre a maneira como a luz brinca sobre as águas e os fundos lodosos do rio.
No conforto do estúdio, ajudado pelas fotos tiradas no local, defini a linha do horizonte, desenhei cuidadosamente o cais e povoei o rio com os barcos de maneira a dar profundidade à paisagem.
Gosto da simetria criada no canto superior esquerdo e inferior direito, que sugere um caminho para guiar o olhar do espectador. Em contrapartida, sinto que é necessário criar um motivo de interesse na parte esquerda média da tela, para valorizar a composição…
Vou parar por agora.

15 comentários:

victoria disse...

Mi querido Antonio,amo todo lo que es arte,la pintura es una de ellas y veo que haces unas combinaciones pasteles admirables,,,Gracias por compartir,la magia está en cada uno de ellos..Con cariño Victoria España

Anne M. Moor disse...

António
No aguardo do resto que vai ser lindo... O traço dos barcos e o movimento na água já desponta...

Beijos
Anne

A.Tapadinhas disse...

Victoria: Estou muito orgulhoso por ser visitado pela vitória...

...e ainda mais porque gostou do que viu!

Sinal de que vai continuar a visitar-me, como eu farei em sinal de agradecimento.

Un abrazo cariñoso,
António

A.Tapadinhas disse...

Anne: Vamos esperar que da nascente continue a brotar água pura e cristalina...

A tua ajuda é preciosa...

Beijo cristalino,
António

victoria disse...

Mi querido Antonio ha sido un placer su visita por mi jardín,amamos la Naturaleza además delarte ya que ella es arte..Mis blogs son comomis hijos,el escondite de las golondrinas,pongomis trabajos,mis sentimientos y ayudo a cuidar la Naturaleza reciclando,el blog de los abuelitos,es un homenaje a todos ell@s,a todas las cosas que utilizaban antiguamente y nonecesitaban como nosotr@s para ser felices.el de la amistad la misma palabra lodice,elblog de mis animalitos,la lucha que tengo para vuscar hogar y para que no haya tanto maltrato,,las hadas en la Hesperides un homenaje a mi tierra y los pemas de mi abuelo,así que estásinvitado a cada uno de ellos..besos Victoria

Udi disse...

Adoreeei a complementação da série dos surreais que interferem com o cenário da tela em si!
E ainda mais o "van gogh" que vem depois deles! (uau!)
...e esse rosa foi que me atraiu de lá do "venenos..." prá cá.
Sem palavras! Esse rosa não tem nada de delicado no sentido frágil que sempre tentam atribuir a essa cor. Maravilhoso!

(estou apressada! volto depois para deleitar-me um pouco mais)

beeeeijo!

Isabel disse...

Colores que lo dicen todo. Besos.
http://senderosintrincados.blogspot.com

jorge disse...

Me olvido del texto.

Antonio; me he quedado boquiabierto ante la belleza de esta obra tuya.

La incluyo en las que han llegado directamente a mi corazon.

Me parece bellisima (y eso que no tiene tus azules que me enamoran).

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá amigo! Passei para me deliciar com tua arte e te desejar um belo final de semana com muita paz, saúde e felicidades.

Abraços,

Furtado.

A.Tapadinhas disse...

Victoria: Aconteceu-me há pouco tempo, ter um problema com o computador e ficar privado deste contacto com os amigos que fui fazendo no blogue.

Fiquei, não digo, desesperado mas quase...

A Victoria tem uma família bastante grande para cuidar... Só pode ser por ter uma alma grande...

Beijo,
António

A.Tapadinhas disse...

Udi: É tão bom ter alguém que gosta assim! É preciso ter um coração enooorme para caber lá tanto amor!

Um beijo delicado, como aquele rosa!

António

A.Tapadinhas disse...

Isabel: Cores directas para quem tem bom coração...

Beijo,
António

A.Tapadinhas disse...

Jorge: O poder de se maravilhar com as pequenas coisas, é algo que pertence só às crianças.

E a alguns, poucos, que permanecem jovens toda a vida!

Abraço para um eterno jovem.
António

A.Tapadinhas disse...

Rosemildo Sales Furtado: O dobro da felicidade para ti!

Para já, um grande fim-de-semana!

António

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,