segunda-feira, 16 de março de 2009

ENTENDAM-SE!


Preia-mar na Baía Óleo sobre Tela 80x100cm

No quadro anterior, coloquei um pequeno bote azul, em destaque num imenso areal a ser invadido pela enchente. Agora, a água já subiu o máximo, estamos na preia-mar, e o rio já reclamou o que lhe pertence. O dono do bote já saiu com ele para a faina diária de apanha de peixe e marisco.
É neste local que existe uma história de falta de entendimento que já tem 40 anos.
Seixal e o Barreiro já estiveram ligados. A distância entre os dois concelhos é de quinhentos metros, se for feita uma pequena ponte que atravesse o esteiro de Coina. A ligação rodoviária actual obriga a percorrer, sem necessidade, mais dezassete quilómetros, por estradas com muito trânsito e diversos pontos críticos. É evidente, que esta ligação beneficiava a qualidade de vida, contribuía para melhorar o ambiente e poupava combustível.
O dono do bote faz o percurso a remos entre o Seixal e o Barreiro no tempo que levam a ver esta postagem. Na região vivem trezentas mil pessoas.
Antes que alguém me roube a ideia, vou montar um estaleiro para fazer botes…

36 comentários:

Anne M. Moor disse...

Passei uns dias sem passar por aqui (já estou em casa) e já tem DOIS quadros novos. Esta me deu vontade de me atirar nessa água em movimento... Fascinanate tuas descrições.

Beijos

Xana disse...

Só faltou dizeres o nome do pescador :))
bonita essa paisagem

boa semana , boas pinturas

Tata disse...

Oi,
Realmente s~eus quadros são LINDOS!
Parabéns!
bjinhos

Udi disse...

Azul! Muito azul!
Parece que sinto o balançar do bote.

Flavio Ferrari disse...

300 mil pessoas e um bote ? Isso está parecendo o metrô de São Paulo.
A pintura é repousante.
E a distância entre dois conselhos, no meu caso, costuma ser pequena.
Sempre ofereço uma segunda opinião.

Isabel disse...

Me parece una idea perfecta, te entiendo ;). Hermoso paisaje azul. Besos.
Isabel
http://senderosintrincados.blogspot.com

Amanda Arthur disse...

Antonio, seus quadros contam histórias. Chego a me emocionar quando passo por aqui...

A.Tapadinhas disse...

Anne: Mergulha à vontade: a água não está poluída...
:)
Beijo ecológico?!
António

A.Tapadinhas disse...

Xana: Pois é, mas estou a tempo de corrigir...
Beijo.
António

A.Tapadinhas disse...

Tata: Espero que continuem assim...
Beijo.
António

A.Tapadinhas disse...

Udi: Não vai enjoar, pois não?
Beijo.
António

A.Tapadinhas disse...

Flavio: Venha dar conselhos para o meu concelho. Pode escolher um tema...
Abraço.
António

A.Tapadinhas disse...

Isabel: Não tenho muito jeito para o negócio, mas este deve resultar...
:)
Beijo
António

A.Tapadinhas disse...

Amanda: É bom ouvir palavras como as suas, assim com esse sentimento, que faz bater meu coração mais forte...
Beijo.
António

mertxy disse...

PERDÓN SOLO HABLO ESPAÑOL, ESPERO QUE ME ENTIENDAS, ME ENCANTATA LA PINTURA, EL COLOR, LA VIVEZA...TIENE ESA VIDA QUE A MI ME GUSTA COMO SI EL AGUA TE INVITARA Y EL AZUL MI COLOR FVORITO ME CUBRUERA AL MIRARLA...MIL BESITOS Y GRACIAS POR SEGUIRME DE AGUA
MERCHY

A.Tapadinhas disse...

Mertxy: Se o azul é a tua cor preferida mergulha nestas águas que estão isentas de poluição e têm poderes curativos: eliminam a tristeza...
Beijo.
António

Ernesto Dias Jr. disse...

Pra quê ponte?
Mais vale um barquinho balouçante.
E depois, em último caso, toma-se do teu quadro anterior e se faz a pé.

SHE disse...

Nadie podria robarte la idea, nadie tiene tu genialidad.
besos de colores intensos querido profe

A.Tapadinhas disse...

Ernesto: Para nós, que tivemos problemas de coração, até era um bom passeio...
Abraço.
António

A.Tapadinhas disse...

She: Sempre excessiva, sempre amiga, sempre querida... Sempre she... como eu gosto!
Beijo.
António

Avassaladora disse...

Antonio, gosto de Antonio...rs
Que louco vc fazer qualquer alusão a G.G.M., ao ler meu texto...
Mas é interessante que quando li "Cem Anos de Solidão", tive essa sensação estranha, do irreal, frente ao real! Lembro-me bem que senti um vazio tão grande, ao terminar a leitura do livro...
Será esse mesmo vazio que esse mundo virtual deixa? Ao mesmo tempo que tudo parece tão simples, revela-se uma michórdia de gente e sentimentos... Mistura que nunca é tão simples!

Vixe, falei demais! rsrsrs
Assim vou cansar vc!


Beijos avassaladores!

Paula Malugani disse...

Ese azul bahía, qué maravilla! Un saludo mediterráneo.

Sibyla disse...

Querido amigo Antonio:

Qué belleza de ambos cuadros, el que muestras en este post y el cuadro anterior, el de la barca.

Me encanta que subiera la marea, para poder disfrutar de ese mar, que sólo tú sabes pintar.

Un abrazo enorme y grande para tí:)

A.Tapadinhas disse...

Avassaladora:
Não sei se gosto do seu nome... Também não interessa: gosto da maneira avassaladora como escreve e comenta!
As coisas não acontecem por acaso: fui ao seu blogue e estava lá pingando (risquei sangrando, por demasiado dramático) para fora a solidão do vazio e da impessoalidade do computador...
Onde está mais do que um ser humano, independentemente do género, as coisas nunca são simples...
Nunca me cansei de coisas (também conversas) interessantes.
Beijo à António (contraste com avassalador?!)
:)
António

A.Tapadinhas disse...

Paula: Esse cumprimento vindo de quem vem, deixa-me muito orgulhoso.
Un saludo cariñoso.
António

A.Tapadinhas disse...

Sibyla: Desfruta do meu mar, do meu barco, de todo o meu espaço, porque és alguém especial para mim.
Grande abraço, amiga.
António

xistosa - (josé torres) disse...

Não sou um "expert" em pintura e mesmo que fosse nunca me pronunciaria sobre o trabalho alheio.
A minha crítica é simplesmente esta
- Gosto
- Não gosto
Até no vinho, por vezes vêm-me com vinhos de "vinhas da ira" da "eira" ou castas impuras, mas o bom e o melhor, é o que gosto.
Não é bajulação, estive a espreitar e gostei do que vi.
Aliás, onde há água tem que haver vida e eu só não nasci com guelras, porque as barbatanas compram-se por aí.

Gostei e vou voltar.
Só não prometo quando porque a internet, na minha zona não tem cura possível.
A minha zona é de moradias e estamos a 5 km (+/-) da central telefónica ... só um "milagre" é que nos pode trazer a "vida normal" ou as novas tecnologias.
A câmara só vê o betão e o alcatrão e algo mais que o disse com todas as palavras e soletradas ao presidente.
O IMI subiu 726 %, (SETECENTOS E VINTE E SEIS) nos últimos anos e só temos deveres ... os direitos, ou sinuosos caminhos da corrupção ficam para os grandes.

Sei que a internet por satélite também não é solução ... havendo nuvens ou mau tempo ... não há net.
E é cara.
Tenho um operador espanhol que me fazia 50 euros por mês ... mas só quando havia ...

Sempre fui contestatário e não me calo, mesmo sabendo que não vou melhorar a situação.

Um dia tudo será verde ... não haverá corruptos nas câmaras e a política será uma profissão decente.

INTÉ!!! Voltarei

A.Tapadinhas disse...

José Torres: Quando alguém me diz que não sabe nada de pintura, pergunto se sabe dizer se gosta ou não gosta e a resposta, para mim, conta. Ninguém precisa entender o que o canário da vizinha está a dizer para nós gostarmos do seu canto ou de toda a vizinha.
Já acabei de pagar a minha casa. Não cheguei a gozar as taxas que agora são aplicadas, felizmente!
Faça um abaixo assinado, mesmo que seja com uma assinatura, a sua, a exigir a chegada do século XXI à sua zona... Não servirá para nada, mas deve dar muito gozo...
Abraço.
António

Pena disse...

Mais uma pintura genial da "Preia-mar na Baía Óleo sobre Tela 80x100cm". Admirável. Sublime!
Saído da sua Arte profunda. Deve possuir uma interioridade fabulosa de sentimentos e pensamentos que fazem de si, Amigo Gigante António, um "Ser" admirável. Fantástco!
O "Quadro" decorou mais um belo instante mágico de beleza imensa. Faça-se a ligação Seixal e Barreiro de imediato!

Abraço cordial de amizade e imenso respeito...
Sempre a estimá-lo

pena

OUTONO disse...

Não te canses de gritar...e dizer, que se a voz não ecoar...a pintura selará o apelo!

Abraço

A.Tapadinhas disse...

Pena: Fica desde já nomeado Ministro das Obras Públicas Sensatas!
Para outro tipo de obras não são precisas pessoas como o meu amigo...
Abraço.
António

A.Tapadinhas disse...

OUTONO: Que Deus, ou alguém por Ele, te ouça!
Abraço.
António

GINEBRA disse...

Preciosos óleos con motivos marinos... me gustaron mucho. Besos

A.Tapadinhas disse...

GINEBRA: Obrigado pelas tuas palavras... são uma razão para continuar...
Beijo.
António

Steki disse...

Parabens!
Antonio, escribiré en español porque "mi portugués" es un "cocoliche", algo así como "portuñol", espero me entiendas.
He vuelto con un poco más de tiempo y de detuve a mirar tus pinturas. Estoy realmente encantada con el colorido que le das a tan bellos paisajes.
Tienes razón, Portugal también es tierra de buen sol y de buen vino pero, comparado con Mendoza, Portugal tiene una frondosa vegetación que no la tiene Mendoza por ser muy su clima y su suelo. Todo lo "verde" que se ve es producto del esfuerzo del hombre.
Mis hijas viven en Tarragona, en España, y siempre decimos que nos gustaría mucho ir a Portugal. Es una deuda pendiente. Amé Portugal a raíz de una novela brasileña que pasaban por televisión y sus primeros capítulos sucedían en unos viñedos en Portugal. Maravillosos! Me quedé embelesada.
Yo no sé nada de pintura, sólo sé que me gusta la pintura en la que puedo ver con nitidez y colorido y no la que me tengo que imaginar qué quiso decir el autor. O sea... me gustan mucho los paisajes de mar, de montaña, de vegetación, de pueblitos, de naturalezas muertas. Tu pintura ha logrado atraparme porque es justamente lo que a mí me gusta, con mucho color.
Disculpa lo extenso de mi comentario pero no quería dejar de decírtelo.
Que tengas un fin de semana excelente!
Beijinhos,
STEKI.

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,