sábado, 23 de julho de 2011

AGUARELA

Cais de Alhos Vedros Autor António Tapadinhas
Acrílico sobre papel Canson 400/g

Já há muito tempo que não experimentava pintar aguarela à minha maneira.
Dito assim, não dá para entender sem uma explicação.
A pintura em acrílico pode confundir-se facilmente com a pintura a óleo, sobretudo se adicionarmos à tinta modeling paste ou gloss gel médium, que lhe dá uma textura viscosa, transparente e brilhante.
Para se poder confundir com aguarela é mais simples, basta juntar água.
Este pormenor do Cais do Descarregador de Alhos Vedros, foi tirado para um quadro de maiores dimensões, em tela. Como o achei muito interessante pelas suas cores vivas e pouco habituais na minha paleta, resolvi mostrar este trabalho.
Espero que gostem!

12 comentários:

folha seca disse...

Caro A.Tapadinhas
Visualizar uma bela imagem, seja ao natural, em foto ou pintura, permite-nos por algum tempo abstraírmo-nos da preocupações que nos apoquentam.
Não imagina o quanto precisava neste momento de deixar de pensar num assunto que me está a estragar o fim de semana.
Obrigado por mais esta.
Abraço
Rodrigo

Anne M. Moor disse...

Lindo António

Me dá a impressão de um entardecer e a vontade de, te chimarrão em punho, jogar fora conversa com a pessoa amada nesta cena de paz.

beijos encantados :-)

Anne

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá António! Passando para te cumprimentar e apreciar mais um dos teus belos trabalhos, um verdadeiro colírio.

Abraços e muita paz pra ti e para os teus.

Furtado.

Ma Ferreira disse...

Antonio...
Parabéns pela sua linda arte!!

Um bj

Ma Ferreira

Graça Pereira disse...

De técnica, não percebo nada...tu sabes! Entendo apenas o que a tela me diz, seja acrílico, óleo ou aguarela...Gostei desta obra pelas suas cores fortes e diferentes, produzindo em mim aquela nostalgia que eu sinto sempre, quando o sol se põe...porque a vida foge...porque as recordações chegam...não sei!
Sei que está um quadro belissimo.
Beijo
Graça

Flor de Jasmim disse...

A.Tapadinhas
Penso que já comentei o facto de não entender muito de Pintura no entanto adoro ver. E este é mais um dos seus belissimos quadros que eu adorei.
Beijo

Crista disse...

Puro encantamento!

Luna Sanchez disse...

António,

Não entendo nada de técnicas de pintura mas a tua obra é belíssima.

Um beijo.

Rui Pascoal disse...

Esta pintura transmite-me calma, serenidade...
Gosto!

tecas disse...

Não sei pintar com grande desgosto meu), porém, sei apreciar uma bela pintura. Reconhecer o traço e as cores que marcam a linha de um pintor. Genial aguarela em que as tonalidades apelam à serenidade, acompanhada de uma explicação de técnica.
Quando decide vir fazer uma exposição no Porto?
Aplauso ao criador.

Luís Coelho disse...

Não sei pintar e desenhos não sei fazer, mas gosto muito da arte de quem o faz por gosto e com prazer.

Gostei muito deste quadro.

Jose Antonio disse...

Belíssima óbra, parabéns!