segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

AS FERAS


Casas no Largo Óleo sobre Tela 41x33cm

Quando comecei a estudar pintura, fui atraído pela paleta radical e arbitrária, e pela drástica simplicidade de linha, de um grupo de pintores, catalogados como “fauves”.
Na primeira exposição dos rejeitados do “Salon d´Automne”, de Paris, em 1874, o quadro, “"Impression, Soleil Levant" de Monet, provocou o comentário desdenhoso do crítico de arte, Louis Leroy, que os chamou pejorativamente de impressionistas, nome que foi adoptado, com os resultados que se conhecem.
E, mais uma vez, a história repetia-se!
Também o critico de arte, Louis Vauxcelles, no Salão de Outono, em Paris, 1905, ao ver uma série de quadros radicais, a rodear um busto italiano clássico, exclamou: “Tiens, un Donatello parmi des fauves”. Coitado, mal sabia ele que estava a dar nome à escola que contribuiu para o primeiro grande movimento de ruptura estética “avant-garde”, do século XX. No seu curto período de existência (1905-1908), reuniu com a liderança de Matisse, pintores como Van Gogh, Braque, André Derain e Raoul Dufy.
Não escapei ao seu apelo. No início da minha carreira de pintor, utilizei a exuberância das suas cores, para algumas experiências. Delas, lhes darei conta, nas próximas entradas.
Esta obra (1995) é o primeiro exemplo.

41 comentários:

Anne M. Moor disse...

O primeiro e já com seus traços e escolha de cores que te caracterizam António, pintor da palavra e escritor da pintura!!!

Adorei. Sabes bem que tenho uma 'coisa' com casas, janelas e telhados... :-)

Beijos
Anne

Pena disse...

AdmirávelAmigo:
Pela primeira vez em três anos, hoje não venho comentar, mas sim agradecer-lhe.
Feliz Natal na companhia de todos nós e da sua linda família.
Bem-Haja!
Abraço forte amigo comovido.
Sempre a admirá-lo cada vez mais...

pena

Se não fosse VOCÊ, preciosidade de amigo, eu não estaria aqui.
MUITO OBRIGADO sentido.

linda lourenco disse...

Essa obra é linda e rica em cores,isso que me agrada,claro..
na pintura:)

Beijinho António e todo de bom para si.

Linda.

São disse...

Nestes dias cinzentos e molhados de chuva até aos (meus) ossos, é muito agradável encontrar aqui este deslumbramento colorido.

Boa semana.

jorge disse...

Esta historia te la he leido antes.

Ya sabemos que los criticos....

Me encanta la luminosidad de los azules, amarillos y rojos.

Siiiiiiiiiii, tambien he visto el verde, pero solo me sirve para resaltar los otros colores.

A.Tapadinhas disse...

Anne: Estas casas, as janelas e também os telhados, julgo que não são aquelas que mais te atraem...

Sobre as cores, não tenho dúvidas que são atractivas para mariposas, borboletas e para qualquer
beija-flor (colibri no Brasil?)...

Não estás em nenhuma das categorias...

...talvez noutra encarnação?!
rsrsrs

Beijo a flor.
António

A.Tapadinhas disse...

Pena: Não tenho consciência de ter desenvolvido qualquer acção que mereça o seu agradecimento.

Mas, já sei, que o seu coração manda e, sendo assim, sou eu que lhe agradeço, retribuindo os desejos de Festas Felizes...

incluindo a sua Família e Amigos.

Abraço forte de amizade,
António

A.Tapadinhas disse...

Linda Lourenço: Há sempre bons motivos para gostarmos da cor: se estamos tristes, para ficarmos alegres, se estamos contentes, para não ficarmos tristes...

Beijo,
António

A.Tapadinhas disse...

São: A chuva vai servir para as flores ficarem mais viçosas, com mais cor...

...Já ouviste falar de guarda-chuva?
rsrsrs

Beijo,
António

A.Tapadinhas disse...

Jorge: A dos impressionistas, já a tinha mencionado...

...acho que sobre a origem do fauvismo, ainda não tinha falado.

É para isso que o verde, neste caso, é utilizado.

Nunca pensaria que um especialista em pintura como tu pudesse ser daltónico...

Seria como dizer que Beethoven era surdo!

Era?! Mesmo?!
rsrsrs

Abraço,
António

jorge disse...

jajajajajajaajja

Lo era, lo era.

Léo Metallica disse...

Acho que o estilo impressionísta citado na forma pejorativamente tem sim nexo. Pintar é uma arte e não rabiscar qualquer coisa. Não gosto deste estilo de arte, a não ser quando o impressionísmo for por meio de utilização das cores. Por ser um estilo vanguardísta, este estilo usando de cores, nos apresenta um mundo bastante maravilhoso em termos de sensações visuais.

Mais eu não gosto do Impressionísta para pintar formas.

Direto do Rio.
Abraço.

Reflexo d Alma disse...

Ola!
Estou chegando pra conhecer seu espaço e já estou encantada
com essa tela da postagem.
Vou passear com calma e depois comento melhor.
Vou amar se passar la no meu blog.
Bjins entre sonhos e delírios

A.Tapadinhas disse...

Jorge: A tua risada é contagiosa!

jejejeje

António

A.Tapadinhas disse...

Léo Metallica: Transmitir sensações é um dos objectivos da Arte...

Abraço,
António

A.Tapadinhas disse...

Reflexo d´Alma: O reflexo da sua luz chegou até mim com força.

Amei sua visita! Volte sempre que quiser!

Vai ter cá um cantinho para si!

Beijo,
António

Carlos Eduardo Leal disse...

António,
Suas palavras possuem cores, suas cores derraman-se em palavras de uma sensação que me é impossível expressá-la, apenas sentí-la. Se como dizem, "os olhos são janelas da alma", as telas também não seriam? Bela alma tu tens,
Abraços do outro lado deste azul- Atlântico,
Carlos Eduardo

A.Tapadinhas disse...

Carlos Eduardo Leal: Poder expressar a Arte, através da palavra, será para os críticos, assumidos ou não.

Algo muito diferente, e mais valioso, é expressá-la a partir dos sentimentos que desperta...

É reconfortante saborear as tuas belas palavras...

Tanto mar...

...mas o meu abraço é maior.
António

Graça Pereira disse...

Tu és o pintor das cores fortes, quase com um símbolo de marca...Sempre que olho uma tela tua, tenho a sensação de vida, de movimento e apetece ficar a olhar, a olhar...Um beijo amigo
Graça

Cordelia disse...

me gusta la pintura, así que te doy las gracias por visitarme, ahora que sé el camino de tu "casa" podré ver tu arte

gracias, un saludo

Pena disse...

Fabuloso e Precioso Amigo:
Mais uma pintura Casas no Largo Óleo sobre Tela 41x33cm, de pasmar pelo policromatismo extraordinário do seu harmonioso e fantástico sentir.
Um texto sublime.
Que maravilha expressa em pintura...!
Tem dotes pertinentes a serem considerados DIVINAIS!
Pareço entender a sua Arte que considero de pureza e beleza universalmente fantástica.
Abraço amigo forte de respeito pelo seu valor GIGANTESCO.
Tem capacidades humanas que o tornam admirável.
Sempre a lê-lo e a desfrutar a honra da sua magia amiga e uma arte "artisticamente" perfeita.
Cordialmente

pena

Bem-Haja, fabuloso amigo de bem.
MUITO OBRIGADO por tudo. Tudo mesmo.

Ava disse...

Querido António...

Doce prazer vir apreciar seu trabalho e sorver suas palavras...
Sempre tão metódico e didático... Nos dando uma bela aula de cultura e pintura...

Reflexos de uma alma sensível, que encanta e enternece...

Beijos,uma balaiada deles...rs

CHRISTINA MONTENEGRO disse...

Vocês usam a expressão "FERA" como gíria para "CRAQUE" ou "MESTRE"?
Se usam, pronto; está explicado porque foi tão fácil você navegar com os fauves!
BJS!

A.Tapadinhas disse...

Graça Pereira: Eu tenho a impressão que os traços da minha personalidade, se vão esbatendo com a idade...

...talvez, como compensação, as minhas cores vão ficando mais fortes...

Beijo,
António

A.Tapadinhas disse...

Cordelia: Obrigado pela tua simpática visita.

Agora, que já sabes o caminho, escusas de bater à porta: ela está sempre aberta para todos os amigos.

Beijo,
António

A.Tapadinhas disse...

Pena: As suas palavras são sempre tão maravilhosas, que me dá vontade de olhar o endereço, para confirmar que me são dirigidas...

A sua simpatia é inexcedível...

Bem-haja!

Abraço,
António

A.Tapadinhas disse...

Ava: Por razões que não interessam divulgar, estou mesmo a precisar de um balaio de mimos...

Só o seu poder divinatório explica a oportunidade dessa entrega...

Diz o ditado popular, quem faz um cesto, faz um cento.

Quem dá um beijo, dá um cento, certo?
rsrsrsrs

António

A.Tapadinhas disse...

CHRISTINA MONTENEGRO: Sim, usamos!

Embora já não se use, eu, em sinal de reconhecimento pela sua gentileza, com uma reverência, beijo as suas mãos.

António

Ava disse...

Hummm...

Pois receba todos os meus mimos...

Centos deles...rs

A.Tapadinhas disse...

Ava: O seu sistema de entregas funciona perfeitamente: chegaram todos (os mimos) em óptimas condições...

Quando for oportuno, eu retribuo.
rsrsrs

Beijo,
António

Barbara disse...

Cores inspiram os sabores, os de cenários, pessoas, os da vida enfim.
Mas importa é escrever que o trabalho remete à alegria e ao mesmo tempo um certo mistério inserido.
Pode ser incoerente mistério com cores mas assim sentí.
Belo.

Fallen Lids disse...

Qué bonito cuadro!!!


Saludos enormes! :)



Flor.

A.Tapadinhas disse...

Barbara: Todos os motivos que aponta, são bons para alguém se sentir inspirado, sobretudo para fazer o que gosta.

Beijo,
António

A.Tapadinhas disse...

Fallen Lids: As cores fortes despertam sentimentos intensos...

...como a vida!

Beijo,
António

Fallen Lids disse...

Olá Antonio! Eu nunca disse que eu não confiar nos outros. Eu só estou falando sobre as pessoas que atitudes tomar conhecimento e saber recentemente.
Eu não sou o único que quer mudar as coisas, e eu sei que nem todos o mesmo.

Desculpe se você não entender muito o que eu digo, use um tradutor para falar com você, não falam Português.

--
Hola Antonio! Por las dudas, lo digo en español:
Nunca dije que no confiara en los demás.Simplemente estoy hablando de las actitudes que toma la gente que conoci o conozco ultimamente.
Creo qué no soy la única que quiere cambiar las cosas, y sé que no todos son iguales.

Perdón si no se entendió mucho lo que digo, use un traductor para hablar con usted, no sé hablar portugues.


Saludos!


Florencia

Adriana ♣* disse...

António,
Parabéns pelo MARAVILHOSO trabalho!
Gostei MUUUUITO de todos os quadros, mas em especial: "Poeira de Estrelas" e "Estrelas na Cidade".
Um grande abraço e tudo de bom,
Adriana.

Udi disse...

Querido amigo,
neste último sábado participei de uma sessão de desenho com direito a modelo vivo e tudo!
Esta foi uma das muitas bênçãos que recebi neste ano que se encerra: decobrir que há em mim um ser que desenha. (ocorreu-me te contar por causa do início do seu texto "Quando comecei a estudar pintura..."
bj!

A.Tapadinhas disse...

Adriana: Quase passava sem agradecer as tuas amáveis palavras.

Tomei nota das telas que mais gostaste.

Agradeço a tua visita.

Volta sempre!

Grande abraço!
António

A.Tapadinhas disse...

Udi: É uma bênção encontrar alguém com a abertura para experimentar coisas novas...

Esse é o teu caso. Um dia destes (talvez no próximo ano), vais contar-me as emoções da tua primeira pintura, valeu?!

Beijo,
António

Nilredloh disse...

Sou fã da obra e do autor, que para além do talento talvez óbvio e que tem e muito, é uma excelente pessoa. E a bondade é uma qualidade tão rara como o talento.
Um grande abraço, A. Tapadinhas,
e muito obrigado por ser quem é!
Jorge

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,