domingo, 9 de agosto de 2009

ACABOU-SE A FESTA!


Igreja De São Lourenço Acrílico sobre Tela 60x70cm

Para terminar esta série, mostro um monumento cuja fundação remonta ao século XIII, a Igreja de São Lourenço, também chamada Matriz de Alhos Vedros, com o enquadramento do seu novo jardim.
Como poderão recordar numa entrada de 30.Dez.07, foi na apreciação do quadro com o altar-mor desta igreja, que se gerou a discussão entre um casal, em que o marido garantia que eram pedaços de azulejos colados e a mulher, mais perspicaz, garantia que era pintura.
O resto, já pertence à história: ele, para provar à mulher que tinha razão, tirou a navalha do bolso para levantar os azulejos virtuais…
Eu, como se pode constatar, sobrevivi ao susto... e a obra também!

41 comentários:

€_r_i_K disse...

Menos mal que eran virtuales, sino, sobrevivir hubiese sido algo más que el arte.....


Abrazos....

Anne M. Moor disse...

Que lindinho... vontade de me sentar nesses jardins e meditar!

Já vi esta igreja né não? Tuas pinturas nos puxam pra dentro delas!!

Beijos e tem uma homenagem lá no Prozac...

Ava disse...

É, não sei mais o que falar... Qual é mais bonito...
Que pinturas.. As cores, esse tom de verde,que sobressai de forma suave... é maravilhoso...

Apesar do vermelo estar no coração... não esqueci...rsrs

O vermelho da paixão!!!


António, por aqui hoje comemoração-se o Dia do Pais...

Para esse paizão que sei que voce é... e para o pai-avô orgulhoso, do pequeno Rafael, me abraço e meu carinho...

Beijos!

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Lindo o quadro e adorei a história! Achei-a muito pitoresca.
Feliz Dia dos Pais, amigo! Sei que aí se comemora esta date em 13 de março, mas estendo os meus votos daqui.
Beijos, e o meu carinho,
Renata

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

19 de março, não?

Luciane de Freitas Silveira disse...

Olá amigo, realmente dá uma vontade de passear por essa linda tela, admiro muito teu trabalho,parabéns, grande abraço...Lú!!!

A.Tapadinhas disse...

€riK: A Arte vai sobreviver a tudo: é como as baratas (cucarachas)...
rsrsrsrs

Abraço.
António

A.Tapadinhas disse...

Anne: Já fui espreitar lá no Prozac...

...não sei como já arranjei maneira de ter dois "Dias do Pai"...
:)
Beijo.
António

A.Tapadinhas disse...

Ava: Notei que não se esqueceu da minha preferência nas cores...

É interessante! Foste tu que me chamaste a atenção para o que seria uma coincidência - se as houvesse! Estas minhas telas praticamente não têm vermelho. Na sua suavidade não coube essa cor tão vibrante...

Agradeço em meu nome e do Rafael, as tuas palavras...

Beijo.
António

A.Tapadinhas disse...

Renata: É realmente no dia 19 de Março, conforme diz a seguir.

Agradeço o calor das suas palavras.

Abraço carinhoso.
António

A.Tapadinhas disse...

Lú: Se dá vontade de passear esteja à vontade!

Como está calor, até pode tirar os sapatos para molhar os pés na água...

Com carinho, um abraço.
António

jorge disse...

Se acaban las fiesta, pero permanece la iglesia, el jardin y el cuadro.

Y volveran las fiestas.

Existe lo que esta siempre, existe lo que es estacional.

Y, a veces, coinciden las dos existencias y se complementan.

Como la vida misma.

Confesso disse...

Suas telas sempre me remetem aos dias de felicidade , transparentes da minha infância...

Cores e emoção...


Beijos felizes...

Toñi disse...

¿Esa mujer no sería de Albacete? Lo digo porque llevaba la navaja en el bolso...

Yo suelo llevar una. Es que la tierra y la tradición pueden.

Me gusta mucho esa estructura azul, un lugar muy agradable para sentarse a leer o para escribir haiku.

Un beso.

A.Tapadinhas disse...

Jorge: Tive de concentrar-me para entender a profundidade do que disseste...

Separas o que é acessório do que é "eterno"...

...à maneira de Cézanne que achava que por baixo das vibrações de luz, representadas pelos vermelhos e amarelos, devia existir uma quantidade de azuis para se sentir o ar...

Isto levava-nos muito longe!

Abraço.
António

A.Tapadinhas disse...

Confesso: É esse um dos objectivos da Arte, neste caso da pintura: fazer-nos sentir bem, em harmonia connosco próprios e com a natureza...

Beijo.
António

A.Tapadinhas disse...

Toñi: Os velhos da minha terra, ficavam nus se não usassem navalha. Servia para cortar o pão e o petisco, enquanto bebiam um copo de vinho com os amigos...

Se me lembrar, vou tentar escrever um haiku, num daqueles bancos...

Beijo.
António

LILIT disse...

me inspira una sencilla alegría, esos azules....son alegres, sencillos, armoniosos.

saludos amigo!

Graça Pereira disse...

GOSTO DE QUADROS! pRINCIPALMENTE DAQUELES, COMO ESTE , QUE SE OLHA E DESPERTA EM NÓS, SENTIMENTOS!tENHO UM IRMÃO QUE PINTA AGUARELAS E VA "RETRANTANDO " UM POUCO O PORTO.
pARABENS POR ESTE TELA QUE TEM ARTE E...VIDA! uM BJ gRAÇA

Vivian disse...

...querido lindo,
pelas cores de teus quadros
posso perceber a cor de tua
alma.
e isso me faz tão bem,
porque sei estar diante
de um maravilhoso ser.

bjubju

A.Tapadinhas disse...

LILIT: Alegria é um produto que não causa intoxicação...

Pode-se tomar em grandes quantidades, sem efeitos secundários!

Beijo.
António

A.Tapadinhas disse...

Graça Pereira: Se os meus quadros despertam sentimentos positivos, não se pode dar os louros só ao artista: o observador tem grande parte dos méritos...

Obrigado pelas gentis palavras.

Beijo.
António

A.Tapadinhas disse...

Vivian: Se as palavras possuem aura, como nós, as tuas têm as cores mais quentes do arco-íris...

Beijo.
António

Carlos Eduardo Leal disse...

António,
Que delicadeza e quanta sensibilidade nas cores, nas cores das palavras. Aqui deste outro lado do Atlântico, também evoco meus pincéis e escrevo emoldurado pelas cores, mas repito, seus quadros são textos vivos que refrescam a alma e aquescem a tarde.
Um abraço,
Carlos Eduardo

Cadinho RoCo disse...

Artista sofre demais.
Mas a tela em exposição está belíssima.
Csdinho RoCo

Vieira Calado disse...

Olá, boa noite!

gosto deste tipo de pintura, digo-lhe!

Um abraço

Léo Metallica disse...

Isso a frente do quadro é água? Desculpe mais eu não conheço tal igreja pois moro no Brasil. Se for água...

É interessante. Me fez lembrar de Paratí que é aqui no Rio de Janeiro onde moro. Onde o Mar invade a cidade na maré cheia. É um lugar lindo.

Direto do Brasil.
Abraço.

Un paseante disse...

Gracias por la visita. No soy un experto en pintura, pero la tuya, no sé por qué, me recuerda a Sorolla. Y Sorolla es uno de mis favoritos, aunque en España parece olvidado.
Suerte.

A.Tapadinhas disse...

Carlos Eduardo Leal: Ainda bem que encontra aqui refrigério para as agruras do dia-a-dia...

Refresque-se sempre que quiser!

Abraço.
António

A.Tapadinhas disse...

Cadinho Roco: Se repararmos bem, os artistas com vida mais complicada, têm tendência para ser melhores...

Eu, "infelizmente" sou muito feliz...
:)
Abraço.
António

A.Tapadinhas disse...

Veira Calado: Então, sempre que puder, aproveite o museu que lhe ofereço: está sempre aberto... sem feriados, sem greves...
:)
Abraço.
António

A.Tapadinhas disse...

Léo Metallica: É água do rio Tejo.
Fizeram um aqueduto para as águas do rio continuarem a chegar ao jardim, mantendo a sua ligação com as marés...

Mas nem tudo são rosas: a ETAR (Estação Tratamento Águas Residuais), ainda não está a funcionar em pleno...

Ao contrário das rosas, às vezes, cheira mal...

A.Tapadinhas disse...

Un paseante: Talvez porque eu sou um admirador de Sorolla! Os seus quadros de praia, brincando com a luz nos corpos molhados, são fabulosos...

Em Portugal, já vi duas exposições de Sorolla, sem as suas mais conhecidas, mas que me deixaram deslumbrado...

Abraço.
António

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá António! Gosto muito de passar aquí, pois tem sempre belas novidades pra gente ver. Lindo!

Abraços,

Furtado.

A.Tapadinhas disse...

Rosemildo: Passe sempre que quiser!

Quando tiver tempo, tire os sapatos e molhe os pés nas águas do Tejo...

as que eu pinto estão puras!

Abraço.
António

Isabel disse...

Madre mía, cómo es la gente!!! No me extraña el susto. Me gusta la ligereza de la pintura de hoy, es tan sutil... besos, Antonio.

http://senderosintrincados.blogspot.com
http://territoriozen.blogspot.com

Ava disse...

Querido António,

Uma pausa para matar as saudades...rs

Por aqui muito trabalho, o que tem dificultado minhas visitinhas ao amigos queridos...

Mas com um FDS chegando, vim desejar que seja cheio de alegria, desconso e paz!


Beijos, de uma avassaladora saudade...

A.Tapadinhas disse...

Isabel: A suavidade é uma espécie de compensação para a dureza da vida...

...também na pintura!

Beijo.
António

A.Tapadinhas disse...

Ava: Só trabalha quem não sabe fazer mais nada...

Mais valorizada fica a tua visita: com tanto trabalho ainda encontras tempo e disposição, para visitar os amigos...

Eu fico muito honrado!

Um beijo especial de FDS.
António


Beijo.
António

SHE disse...

concuerdo con Vivian en todo y... una fiesta menos pero faltan màs, muchas màs

felicidades querido Antonio

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,