quarta-feira, 26 de outubro de 2011

O PÁSSARO AZUL E O BARCO VERDE


O Pássaro Azul e o Barco Verde
Autor António Tapadinhas

Na apresentação do meu livro “Sargos para o Jantar”, estiveram presentes estas duas obras, de minha autoria.
“O Barco Verde” por ser a capa do livro e o “Pássaro Azul” por ser um dos episódios ilustrativo da minha amizade com o apresentador Luís Carlos Santos. Foi assim que ele o contou:
Luís Guerreiro, um amigo comum, dono de uma galeria de Azulejaria Artística, teve a feliz ideia de nos convidar, a mim e ao António, para assistir a uma Exposição de trabalhos seus.
Durante o animado encontro, o António contava-me que um belo dia, durante uma Exposição de pintura que fizera no Pinhal Novo, sua terra natal, tinha sido agradavelmente surpreendido. Uma senhora, tanto quanto me lembro, de forma espontânea, começou a executar umas peças em violino enquanto admirava as obras expostas.
Pela graça e pelo feliz efeito da ocorrência, já nos despedíamos quando combinámos juntar, desta vez, a pintura e a poesia. Eu faria um poema e o António um quadro. O resultado final foi esta pintura aqui exposta, intitulada “O Pássaro Azul”, de belo efeito como se vê. E não é que numa certa noite, célebre noite, vínhamos nós em alegre conversa saídos do Jornal “O Rio”, quando, de repente, descido do céu, aterrou a nossos pés um enigmático pássaro azul que poderosamente nos mirava. O António acabaria por levá-lo para casa, depois de selarem com um pacto de sangue a bicada que o pássaro lhe deu no dedo.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

OBRA


Obras na Caldeira Autor António Tapadinhas
Óleo sobre tela 90x100cm
(clique na imagem para ver pormenores)

O monstro continua a descansar. O homem está a trabalhar, aparentemente sem muita vontade, talvez por causa do sol inclemente, talvez porque o salário não lhe agrada!
Seja como for, é incontestável a beleza dos amarelos vibrantes do braço mecânico, contrastando com a suavidade do azul do céu.
Até a cor do chapéu do operário está de acordo com as boas regras da pintura: as duas cores primárias, azul e amarelo e a secundária que resulta da mistura delas, ou seja, o verde.
Assim se cuida da harmonia dos espaços urbanos!

sábado, 15 de outubro de 2011

SARGOS PARA O JANTAR NA CACAV

No seu blogue esteiro, a CACAV publicou o convite para a apresentação do meu livro. O meu obrigado!

Apresentação do livro "Sargos para o Jantar"

Temos o prazer de vos endereçar um convite para a apresentação do livro "Sargos para o Jantar", de António Tapadinhas, que terá lugar no próximo dia 18 de Outubro, 3ª Feira, pelas 21,30 horas, na Escola Aberta/Casa Amarela (Rua 5 de Outubro, 52 - Alhos Vedros).


Para além da presença do autor, esta apresentação será feita pela Profª Isabel Raminhos, dinamizadora da nossa comunidade de leitores.
Gostaríamos de poder contar com a vossa presença!
A Direcção da CACAV. Círculo de Animação Cultural de Alhos Vedros

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

SARGOS PARA O JANTAR


Convite para um café Autor António Tapadinhas
Óleo sobre Tela 80x100 cm

Esta tela está em Zambujeira do Mar, num monte alentejano que pertence a um grande amigo. Está lá, porque a sua mulher soube do seu interesse por esta obra e, com muita pena minha em desfazer-me dela, foi a prenda de anos que lhe ofereceu.
De vez em quando, passo uns dias no monte para fazermos grandes (ás vezes pequenas, mas não é o mais importante) pescarias na foz do rio Mira, ou nas praias da costa alentejana.
Já jantámos os sargos, que estavam divinais! Para finalizar em beleza, convido-vos para um café e dois dedos de conversa.
Vamos nessa?
...E já agora Viva a República!